PSICÓLOGA INFANTIL

Criado por paulabehavior

0 avaliações

Listado em Psicologia e Psicoterapia

  • Tel: (21) 24371076
  • Endereço: Av. das Américas 16150 Sala 204 - Recreio dos Bandeirantes - Rio de Janeiro RJ
  • Email de Contato: paulabehavior@gmail.com

    Cadastro de Newsletter: Desejo receber a newsletter semanal

  • Site:

Quando procurar psicólogo infantil? Comportamentos com os quais os pais não se sentem seguros em lidar, tristezas, ansiedades, etc, podem ser indício de que a ajuda de um psicólogo infantil seria bem vinda.

As possibilidades são muitas, seguem alguns exemplos:
1) Recusar-se a ir a escola repentinamente
2) Chorar em demasia
3) Dificuldade em acompanhar o que dado na escola
4) Excesso de necessidade de contato com a mãe ou pai
5) Recusa em estar próximo de uma pessoa específica
6) Comportamentos agressivos repentinos
7) Demora em falar ou andar
8) Xixi na cama
9) Pesadelos
10) Pedidos frequentes para dormir com os pais
entre outras situações.

OS PAIS PRECISAM APRENDER A PSICOLOGIA INFANTIL?
Creio que alguns pais ficam angustiados com a ideia se serem psicólogos perfeitos de seus filhos, mas pode ser que a compreensão do que se aplica a seu filho já pode ajudar. O universo infantil é extenso e complexo, cada caso é um caso totalmente diferente do outro. O que deu certo com o filho do vizinho não significa que dará com o seu. Os sintomas que o coleguinha apresentou pode ter sido originado por problemas muito diferentes do que o seu filho está passando.

COMO A PSICOLOGIA INFANTIL AJUDA A CRIANÇA?
O psicólogo infantil, além de sua vocação para lidar com crianças, trabalha no sentido de oferecer um ambiente onde ela se sinta segura e acolhida. A forma de falar, o tom, as palavras que ele usa são todas elaboradas para criar um ambiente de confiança onde a informação sobre o que se passa com a criança seja colhida da melhor forma possível. Por exemplo, se você perguntar se ele está chorando porque o coleguinha bateu nele é possível que ele responda que sim, mesmo que não seja esse o motivo, pois se alguma vez algum coleguinha já deu algo parecido com tapinha e, ao ouvir esta pergunta, ele poderá lembrar deste episódio e pode responderá que chora devido ao coleguinha, mesmo que este tapinha não tenha a nada a ver com o choro atual.

A psicologia infantil poderá ajudar esta criança a se restabelecer de forma mais saudável e também poderá orientar os pais para a continuação do processo de melhora em casa.

TÓPICOS RÁPIDOS:
1)Ansiedade: Cobranças na escola, sentimento referente à necessidade de acompanhar brincadeiras às quais ainda não se sente seguro, brigas em casa, enfim uma série de fatores podem levar uma criança a sentir-se ansiosa. Apesar da possível maior dificuldade em identificar a ansiedade em crianças, devido a maior dificuldade em verbalização, ainda podemos ficar atentos a possíveis sintomas e contar com o psicologo para uma avaliação.

2)Obesidade. Psicólogo infantil especializado em transtornos alimentares. Cada vez mais observamos crianças com hábitos alimentares influenciados pelo emocional, nestas situações vale atender esta criança com profissionais que conheçam o quadro.

3)Timidez pode ser um fator limitante para criança, impedindo de participar de grupos e das atividades da escola.

4)Birra pode ser um comportamento muito complicado para os pais lidarem. Muitas vezes a busca de uma orientação psicológica pode fazer diferença quanto a obtenção de novas formas em compreender e lidar com a birra.

Acrescentando: Trabalhando com:

ABANDONO – INFÂNCIA SEM MÃE
ACREDITAR EM PAPAI NOEL?
ADOLESCENTE REBELDE
ADOLESCENTES INDEPENDENTES?
ANSIEDADE INFANTIL
AUTOCONTROLE INFANTIL
BULLYING
CAÇULA QUE COPIA O IRMÃO
CHUPAR DEDO
CRIANÇA E A COMIDA
CRIANÇA ENTENDE O “NÃO”?
CRIANÇAS AGRESSIVAS
CRISE DOS 2 ANOS DE IDADE
DESOBEDIÊNCIA INFANTIL
FILHO HOMOSSEXUAL
FILHOS NA INTERNET
FILHOS QUE NÃO OBEDECEM

216 total views, 2 views today

(Visitado9 vezes, 1 visitas hoje)

Adicione seu comentário

Por favor ligar para adicionar seu comentário.

Todos os direitos reservados Utilità, Mantido por RT Soluções.
Pular para a barra de ferramentas