Comunicação e empreendedorismo

0

 

Se o empreendedor, antes de criar seu negócio, tinha algum problema de comunicação com seus pares, no momento de tirá-lo do papel, é uma competência que deve ser adquirida o quanto antes, pois será a mais utilizada e que, se usada de forma inteligente, será nosso cartão de visita.

Talvez subestimamos a importância da comunicação na nossa vida, mas a realidade é que ela é central no século XXI, no qual vender nossa imagem, independentemente do tipo de negócio, do regime de trabalho, pois sempre temos algo a dizer nas redes sociais a é lá que aproveitamos para nos expressar e trocar informações. A diversificação e associação de imagem, com texto, com vídeo e a harmonização destes canais falam tanto quanto mil palavras.

Seja na posição de fazer parcerias ou na hora de fazer netwoking, funções essenciais no empreendedorismo, precisamos pensar também naquilo que comunicamos com a nossa forma de vestir, com o nosso posicionamento nas redes sociais e na forma de ver o mundo que divulgamos por aí. O conteúdo das nossas conversas é só um dos fatores com que temos de tomar cuidado.

Outro ponto em que a comunicação é fundamental é a com nossos colaboradores. Aqui assertividade é absolutamente necessária, no entanto, a escuta comunica mais do que, de fato, as palavras. Parece que, como líderes, não nos sentimos no dever de ouvir e de dar voz a pessoas hierarquicamente abaixo de nós, mas é de lá que vêm as informações mais valiosas: de quem está em contato direto com nossos clientes.

A escolha das palavras certas ao falar com os nossos interlocutores pode ser o fio condutor do nosso negócio, ditando quem está do nosso lado seja como parceiros seja trabalhando no nosso empreendimento como funcionários, formando um time, uma verdadeira equipe com nossa empresa, ajudando e colaborando. Até nossos concorrentes têm muito a nos ensinar e a voz e o tom usados podem estar a nosso favor ou a favor do outro, possivelmente contra ninguém, caso sejam bem escolhidos.

As palavras nas entrelinhas e os silêncios também comunicam: quando nos omitimos em determinadas discussões para não nos comprometermos podem nos comprometer mais do que se tivéssemos nos posicionado desde o início. Da mesma forma, todo cuidado é pouco quando considerarmos que toda comunicação é composta por um locutor e um interlocutor, o qual pode interpretar nossa fala com seu próprio repertório de experiências, colocando “palavras na nossa boca”.

Por este motivo, precisamos aprender a nos relacionar com uma grande variedade de pessoas, para aprender e ganhar novas experiências, sermos expostos ao diferente, para que possamos transitar entre um assunto e outro sem constrangimentos e deixando sempre a impressão de que temos um grande poder de persuasão e que sabemos vender não só nossos produtos, mas também a nós mesmos.

 603 total views,  4 views today

(Visitado16 vezes, 1 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
Isabella Fortunatto

Isabella Fortunatto

Isabella é formada em Letras, tradutora pública e tinha tudo para ter seguido a carreira de professora universitária. Mas algo dentro disse que ela tinha que empreender! O risco, a adrenalina, a vontade de dar emprego para quem precisa e ensinar novas profissões fizeram com que resolvesse abrir 4 empresas: uma de Tradução, uma de Logística voltada para a área de Moda, um Coworking e uma Escola de Negócios e Alta Performance, a Fortune Treinamentos.
Isabella Fortunatto

Latest posts by Isabella Fortunatto (see all)

13-03-2021 |

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados Utilità, Mantido por RT Soluções.
Pular para a barra de ferramentas