A importância das soft skills no home office

0

 

A automatização do trabalho exigiu (e continua exigindo) dos profissionais o desenvolvimento de outras habilidades além das tecnológicas. São as soft skills, cada vez mais exigidas pelas empresas.

Ao “pé da letra”, soft skills significa habilidades leves. No ambiente profissional, significam as habilidades que fazem diferença na personalidade do indivíduo e nas suas relações pessoais e profissionais.

Criatividade, liderança, comunicação, inteligência emocional, autogestão, trabalho em equipe, iniciativa, proatividade, fazer mais do que é pago para fazer, adaptabilidade e flexibilidade são alguns exemplos.

Isso não significa que as hard skills (habilidades profissionais e conhecimentos técnicos) deixaram de ser valorizadas. De forma alguma. Com a crise atual a taxa de desemprego aumentou e há muitos profissionais bem preparados buscando oportunidades. Assim, o desenvolvimento de soft skills passou a ser o diferencial.

Com a intensificação do trabalho remoto ou em homeoffice, essas habilidades se tornaram muito importantes, uma vez que não há mais a supervisão direta e o contato presencial, que podem evitar muitos mal entendidos, conflitos e desgastes emocionais.

Nessa configuração do trabalho – homeoffice – considero como essenciais as seguintes soft skills: criatividade – para identificar formas inovadoras de desenvolver o mesmo trabalho agora de maneira remota; comunicação – para respeitar sua vez de falar, ouvir o outro com atenção e interesse e se fazer entender; inteligência emocional – para se relacionar de forma positiva consigo mesmo e com o outro, uma vez que os estados emocionais estão fortemente abalados pelo isolamento social; autogestão – para fazer o que precisa ser feito sem que alguém mande e equilibrar vida pessoal e profissional e adaptabilidade – para se adaptar mais rapidamente às mudanças.

Essas habilidades não são importantes apenas no trabalho remoto, porque a todo o momento somos expostos a situações que nos exigem sabedoria e controle nas nossas relações. Porém, com o homeoffice elas se tornaram imprescindíveis.

A boa notícia é que qualquer pessoa pode desenvolver as softskills necessárias ao trabalho, desde que queira genuinamente e tenha disciplina e determinação.

Não sabemos qual será a próxima mudança, mas temos certeza de que muitas ainda virão. É preciso estar preparado.

 516 total views,  2 views today

(Visitado27 vezes, 2 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
Dilza Taranto
Dilza Taranto é Consultora de Recursos Humano, especialista em Gestão de pessoas, carreira e liderança. É mestre em Sistema de Gestão Integrada pela Universidade Federal Fluminense – UFF, possui MBA em Gestão Estratégica de Recursos Humanos pela Fundação Getúlio Vargas – FGV/RJ, é Pedagoga pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Macaé – FAFIMA e tem 35 anos de experiência na área de RH, dos quais 20 atuou como Gestora de Recursos Humanos nos diversos segmentos da Petrobras. Além disso é Master Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching. Foi coordenadora e professora do Curso Politécnico de Recursos Humanos da Universidade Estácio de Sá, em Macaé e da disciplina Gestão de Pessoas no MBA em Gestão da Indústria de Petróleo e Gás da FGV/RJ. Participou de diversos Congressos, Seminários, e Treinamentos na área de Liderança, destacando-se Business Strategy for HR Leaders – INSEAD – Fontainebleau – França. Acesse o site: http://dilzataranto.com ou siga as redes sociais: Facebook: @dilzatarantocoach e Instagram: @DilzaTaranto.
29-09-2020 |

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados Utilità, Mantido por RT Soluções.
Pular para a barra de ferramentas