A importância dos times de futebol na luta contra a violência doméstica

0

 

Infelizmente com a pandemia, a violência doméstica aumentou em 51%. O que os times de futebol podem fazer para melhorar essa triste realidade?

O Clube de Regatas Vasco da Gama, desde o início da gestão do Presidente Alexandre Campello, criou o Serviço Integrado de Atendimento Psicossocial do Clube.  Esse serviço promove ações individuais e, em grupos, com o objetivo de contribuir no processo da qualidade de vida das mulheres que sofrem violência doméstica, e restituir aspectos emocionais e sociais com uma atuação mais próxima delas.

Foi necessário fazer um diagnóstico, conversando com cada funcionária, com as mulheres das famílias dos atletas, das meninas do futebol feminino e de mulheres integrantes das torcidas organizadas. Depois disso, inúmeras ações foram feitas: reuniões coletivas com cada uma delas, onde cada uma pôde falar abertamente de seu sofrimento, conversas com seus parceiros e encaminhamento para as psicólogas do clube.

Os resultados dessas conversas ajudaram a entender como essas mulheres agiram e reagiram diante de situações de risco e forneceram um panorama completo de suas condições psicológicas,  sociais e clínicas. Isso reduziu a probabilidade de ocorrências indesejadas.

Agora, imaginem essa mesma prática aplicada em todo o futebol?

Certo é que, o futebol precisa ser melhor utilizado para ações que combatam a violência contra mulheres, conscientizando cada torcedor com a consequente mudança de comportamento.

Essa jogada será fundamental para o ganho desse campeonato, se isso for feito.

 670 total views,  8 views today

(Visitado29 vezes, 1 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
Sonia Andrade

Sonia Andrade

Bacharel em direito pela Universidade Gama Filho, pós-graduada em Marketing pelo IBMEC e registradora pública do 6º Ofício de Registro de Títulos e Documentos do Rio de Janeiro. Em 2006, implementou as certificações ISO 9001 e SA 8000, colocando o cartório como primeiro ente no gênero certificado no mundo. No mesmo ano, criou o Instituto Novo Brasil Pelo Carimbo Solidário - braço social do cartório - que, dentre diversas ações, desenvolve o programa “A Casa é Nossa”, que já beneficiou mais de 10 mil famílias carentes com a concessão gratuita de registros de títulos de posse. O programa já foi apresentado na Reunião dos Conselhos dos Governos da Un-Habitat e na Rio +20. Em 2014, o Instituto foi contemplado com o Título de Utilidade Pública Municipal. Além disso, Sônia Andrade já recebeu diversas distinções pelos projetos realizados. Foi homenageada com as medalhas Chiquinha Gonzaga, 100 Anos de Abelardo Barbosa – Chacrinha, o Comunicador e de reconhecimento no combate ao Crime de Pedofilia pelo Sindicato dos Delegados da Polícia Federal do Estado do Rio de Janeiro. Em janeiro de 2018, se tornou a primeira mulher a integrar o corpo dirigente do Vasco da Gama, tomando posse como vice-presidente do Clube.
28-08-2020 |

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados Utilità, Mantido por RT Soluções.
Pular para a barra de ferramentas