Rejeição é uma ferida emocional

0

 

Aqueles que tem falta de confiança em si mesmos e não conseguem se valorizar costumam sofrer com feridas emocionais, principalmente a rejeição. Desde as primeiras fases da vida, onde esse pensamento se origina de algum momento marcante ou traumático, continua a se perpetuar até a vida adulta. Por mais que sintam, a maioria tenta esconder isso, seja rejeitando outras pessoas ou sendo diferente da sua própria personalidade, para buscar aceitação.

Quem se sente rejeitado pode passar a vida toda buscando sentir-se aceito e amado, tentando ser perfeito para obter aprovação dos que estão a sua volta, mas, se não resolver essa ferida, nunca será o bastante.O sentimento de rejeição como ferida emocional só pode ser acessado através do subconsciente, afinal, é difícil se lembrar como isso começou ou porquê. Muitas pessoas sequer percebem que estão passando por isso.

O primeiro passo é buscar ajuda. A hipnoterapia vem mostrado grandes resultados em pessoas que sofrem com a rejeição por infligirem esse padrão de pensamento a si mesmas, mesmo quando não estão, de fato, sendo rejeitadas.

Para acabar com a rejeição interna com a ajuda da hipnose é preciso: reforçar a autoestima, aceitar lembranças do passado como apenas lembranças, perdoar a si mesmo e praticar o amor próprio. Lidar com feridas emocionais é algo delicado e difícil para quem as sofre, porém, têm solução. Procure o profissional certo para você e liberte-se.

 54 total views,  2 views today

(Visitado13 vezes, 1 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
Madalena Feliciano

Madalena Feliciano

Madalena Feliciano: Gestora de Carreira e Hipnoterapeuta (11) 2737-1685 e 9 47706543 https://madalenafeliciano.com.br/ https://www.instagram.com/madalenafeliciano/ https://www.facebook.com/madalena.feliciano1 https://www.linkedin.com/in/madalenafeliciano/ madalena@ipcoaching.com.br www.ipcoaching.com.br www.outlierscareers.com.br
23-06-2020 |

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados Utilità, Mantido por RT Soluções.
Pular para a barra de ferramentas