SAIBA COMPRAR NA BLACK FRIDAY: CUIDADO PARA NÃO SE ENDIVIDAR

0

 

Todo mundo gosta de comprar, mas o ideal é fazer isso sem se enrolar financeiramente. A Black Friday traz excelente oportunidades de compras, mas é preciso ficar atento e entender esse momento para fazer bons negócios e não se arrepender depois.

A Black Friday surgiu nos EUA em 1910 e se comemora um dia após o feriado mais importante de lá: o Dia de Ação de Graças. Ocorrem descontos altos e a população, que já é conhecidamente consumista, protagoniza situações de empurra-empurra e loucura nesses dias.

Em 2018, a sexta-feira mais esperada do e-commerce, registrou um crescimento de 23% no faturamento, atingindo cerca de 2,6 bilhões de reais. E o valor do ticket médio também subiu, chegando na casa dos R$ 608,00 por compra. Com a liberação do saque do FGTS e do décimo terceiro, muitos brasileiros devem ir as compras e movimentar o mercado.

No Brasil, a Black Friday só surgiu em 2010 através das vendas online. No comércio varejista físico esse evento é relativamente novo. Infelizmente, por aqui, essa época é conhecida como o momento em que se paga a ‘metade do dobro’. Portanto, para evitar algumas situações desagradáveis, seguem algumas dicas:

1)    Tenha uma lista do que você realmente precisa, para não adquirir mais do que o necessário (apenas porque está barato, mas você nunca vai usar);

2)    Pesquise nas lojas de interesse o valor dos produtos com aproximadamente 30 dias de antecedência. Infelizmente algumas lojas aumentam o preço 1 a 2 semanas antes da Black Friday para dar um desconto real menos do que o anunciado;

3)    Muito importante pesquisar também nos Procons do seu estado se aquela loja consta da lista de representantes do comércio varejista que pratica atos desrespeitosos ao Código de Defesa do Consumidor;

4)    Como pagar? Preferencialmente já tenha reservado e delimitado o valor máximo para os gastos da Black Friday. Seja fiel ao seu orçamento e ao seu controle. Pague em dinheiro (que tal pedir mais 5% de desconto?) ou, caso não viabilizem um desconto, pode até ser pago no cartão de crédito desde que esta fatura seja paga de forma antecipada e à vista. Se você não possui esse controle, pague em dinheiro mesmo sem o desconto;

5)    Se puder, e tiver se planejado para tanto, será que não vale já antecipar as compras do Natal? Faça sua lista e organize-se.

A Black Friday pode ser uma excelente forma de fazer boas compras. Basta que se faça a pesquisa de preços com a devida antecedência e se pague de forma a não gerar dívidas. E boas compras.

45,979 total views, 1,081 views today

(Visitado8 vezes, 1 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
Raffaela Fahel

Raffaela Fahel

Raffaela Fahel é especialista em Finanças e Educadora Financeira. É pós-graduada em Finanças e Investimentos pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE). É formada em Direito pela Universidade Estácio de Sá. Atuou por mais de dez anos na Caixa Econômica Federal como gerente financeira, tendo passado também por grandes empresas como a Petrobrás. Possui formação em Coach Financeiro pelo Instituto Magno Novari. É palestrante e desenvolve um projeto focado em organização de finanças para mulheres o “Dinheiro de Salto”. E-mail: rafaelafahel@gmail.com
28-11-2019 |

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados Utilità, Mantido por RT Soluções.
Pular para a barra de ferramentas