Profissionais: pensem em plano de carreira e objetivos para o futuro

0

 

Sabe aquela vontade que dá de mudar de vida, mudar de profissão, mudar de empresa? Não temos bola de cristal para saber o que dará certo, então é preciso planejar.

Vale lembrar que antes de pensar em uma mudança é preciso pesquisar, conhecer a área e o mais importante, se qualificar. Não importa qual seja o segmento, o mercado necessita cada vez mais de profissionais que sejam especialistas em suas atividades e só com qualificação é possível entregar resultados e superar expectativas.

É importante que a decisão seja madura e baseada em fatos. É preciso entender também que a troca de área deve ser feita com motivos que não mudarão a longo prazo, lembre-se: o que está em alta hoje, poderá não estar daqui a 10 anos. Por isso, o conselho básico é: procure algo que você goste de fazer.

Analise se realmente é o momento da sua mudança:

1º passo: Reflita:

Você acorda e pensa entristecido: “Tenho que ir trabalhar de novo?”

Você se irrita com facilidade no trabalho?

Você realiza as atividades no automático, sem aprender nada de novo?

Você deixou o seu lado Steve Jobs para virar um bombeiro?

Você perdeu a admiração pelo gestor?

Você não tem mais vontade de fazer o melhor no trabalho?

Você torce para o dia acabar e ir para casa?

Você tem se sente livre fora do ambiente de trabalho?

Você vive reclamando das tarefas ou do ambiente de trabalho?

Você dorme no domingo torcendo para a segunda feira não chegar?

Você sente que a relação com seus colegas de trabalho ou superiores, chegou em um estado de esgotamento máximo?

Se você respondeu sim para a maioria das perguntas, o momento pode ser propício mudanças.

Siga em frente de forma madura, sem mágoas e deixe as portas abertas.

Atenção! É preciso alguns cuidados para que esse processo seja feito da melhor maneira possível e que te traga os resultados e benefícios esperados, vamos lá:

  1. Busque o autoconhecimento. Uma pessoa consciente de si mesma e de seus pensamentos, consegue identificar suas forças e fraquezas e trabalhar com foco para se desenvolver. Por isso, na maioria das vezes, buscar o autoconhecimento é o primeiro passo para ter uma vida profissional mais bem-sucedida e saudável.
  2. Mesmo que salário e benefícios não sejam fatores tão importantes ou motivadores para você, é importante levá-los em conta antes de decidir trocar de emprego.
  3. É importante verificar se você não está em um estado de euforia, nós somos seres humanos em equilíbrio, não se deixe levar por emoções momentâneas.
  4. Análise todos os fatos, de todos os ângulos, tenha clareza dos impactos da sua decisão ou da sua estagnação.
  5. Verifique o tamanho da sua vontade. Se você não tiver muita vontade, você vai desistir em breve.
  6. Comece a praticar o amor próprio e veja como essa prática pode mudar seu dia a dia.

Realização profissional é um movimento muito mais inerente às consequências do seu comportamento e de suas ações do que do outro, concorda? Afinal, estar naquela situação, pode ser uma condição criada por você.

Então, aja!

Se precisar de orientação e direcionamento para ter resultados ainda melhores, conte com a ajuda de um profissional que trabalhe com orientação vocacional e de carreira. Cuide de você.

 

388 total views, 2 views today

(Visitado17 vezes, 1 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
Cristiane Perroud

Cristiane Perroud

Cristiane Perroud: Pedagoga, MBA em liderança, inovação e gestão, especialista em gestão de pessoas e RH, em orientação educacional e em gestão de EAD. Possui larga experiência na gestão de pessoas e desenvolvimento de equipes e atua com consultoria em RH Estratégico e Treinamentos através da empresa RHF Talentos.
30-10-2019 |

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados Utilità, Mantido por RT Soluções.
Pular para a barra de ferramentas