Estudantes de academia de matemática na Barra da Tijuca destacam- se dentro e fora do Brasil

0

Foto: Oseias Barbosa

 

Em menos de um ano, a Academia Matematicamente, localizada na Barra da Tijuca, tem se revelado um celeiro de novos talentos da matemática. Isso porque dois alunos do espaço, conhecido por sua metodologia inovadora aplicada numa sala 100% interativa, brilharam intensamente numa das mais importantes competições de conhecimento do mundo: a Olimpíada Internacional de Matemática (IMO).      

Felipe Chen Wu, de 18 anos, e Guilherme Zeus Dantas, de 16, faturaram a medalha de bronze na 60ª edição do evento, que reuniu jovens de mais de 100 países e foi realizada na cidade de Bath, no Reino Unido. No total, o Brasil conquistou duas medalhas de prata e quatro de bronze.

Para completar a galeria de conquistas da instituição, as meninas também estão fazendo bonito, como Maria Clara Werneck, de 17 anos. A estudante foi uma das selecionadas do Rio de Janeiro para o 1º Torneio Meninas na Matemática (TM²), que acontece no dia 17 outubro em todo território nacional e é organizado pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) com apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM). Antes disso, em abril, a aluna da Academia Matematicamente participou da EGMO, competição europeia para meninas na Ucrânia, da qual fez parte da equipe brasileira composta por quatro alunas.

Um dos segredos para tamanho sucesso em competições de conhecimento é o trabalho específico implementado pelo Matematicamente, que possui turmas voltadas à preparação para eventos desse tipo, sempre buscando o aprofundamento na matéria de forma lúdica e interativa.

A missão é estimular o gosto e o interesse pela resolução de problemas da matéria e instigar alunos com desafios progressivamente maiores, ajudando-os a desenvolver seus potenciais ao máximo. “Amamos aprender e ensinar, amamos enfrentar desafios, superar limites e ajudar outros a fazerem o mesmo”, define o professor, fundador da academia e membro da comissão organizadora da Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM), Luciano Monteiro de Castro.

– O caminho para o progresso individual e coletivo é o trabalho. E os problemas mais difíceis são os que mais nos ensinam. Sabemos que ao tentar resolvê-los cometeremos erros, e com cada erro aprendemos e nos aproximamos de uma solução. Entendemos a necessidade de conviver com a dúvida, insistir e tentar várias vezes – completa o professor.

A Academia Matematicamente fica na Avenida das Américas, 11365, sala 230, na Barra da Tijuca. Mais informações em: www.matematicamente.xyz

52 total views, 2 views today

(Visitado15 vezes, 1 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
01-10-2019 |

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados Utilità, Mantido por RT Soluções.
Pular para a barra de ferramentas