Negócio lucrativo com marketplace

0

 

Surgido no Brasil há aproximadamente sete anos, o Marketplace funciona como uma espécie de shopping center virtual. É normalmente uma boa opção para o consumidor, pois reúne diversas marcas e lojas em um só lugar na internet, facilitando a procura pelo produto, benefícios e preço. Empresas já estabelecidas e grandes líderes de mercado participam desse modelo de negócios, assim como redes sociais, como, por exemplo, o Facebook. Essa ideia está se tornando cada vez mais popular principalmente por algumas características específicas.

Vamos imaginar que você tenha uma loja física de luminárias e iluminação em geral e que você tenha tido essa iniciativa por ter visto outra loja do mesmo ramo obtendo sucesso – o que faz com que ela esteja nessa situação e que já esteja estabilizada no mercado há alguns anos e muito bem localizada em um ponto consolidado de bastante movimento. Já a sua ainda está dando os primeiros passos e você percebeu que o local não tem o movimento esperado. Imagine se essa loja oferecer um espaço dela para você divulgar seus produtos, em troca de uma porcentagem sobre os seus lucros. Repare, essa é a base do Marketplace. Imagine agora usar a força de uma grande loja ou empresa na internet para vender seus produtos, isso pode ser uma estratégia interessante para, inclusive, ultrapassar os objetivos iniciais de seu negócio.

Um dos maiores benefícios do Marketplace é a visibilidade. Quanto maior a quantidade de acessos e vendas que o site possuir, bem como sua reputação, mais sólido será o público atingido. Isso diminui consideravelmente o investimento de tempo e dinheiro usados com os canais de distribuição e divulgação. O Mercado Livre é um exemplo. Ele é acessado por milhões de usuários diariamente, sendo um dos maiores canais de vendas do país usando em parte essa filosofia. Além disso, uma vez que seu produto está na vitrine do e-comerce dos maiores sites, maior a confiança dos clientes para comprá-lo, mesmo que a sua marca ainda não seja forte.

Esses sites serão pra você a porta de entrada, e, uma vez conquistando a confiança do consumidor, sua empresa vai ganhando credibilidade no mercado, gerando a ideia de que todos os produtos comercializados por ela são de confiança e qualidade. Em uma plataforma com tantas marcas, os custos de publicidade acabam sendo reduzidos. No geral, o Marketplace sugere os valores percentuais a serem acordados, pois entrega a vitrine super valiosa dele para você expor seus produtos e, consequentemente, receber tráfego e visibilidade.

Seu produto aparecerá em sites muito bem ranqueados na internet e consequentemente terá uma referência para sua loja nele. Seu próprio e-commerce ganhará força nas estatísticas da rede, contribuindo indiretamente para o posicionamento de seu negócio, aumentando seus acessos e suas vendas diretas também por consequência.

Um fator considerado negativo é a dependência gerada das empresas que emprestam a sua vitrine. Pense se um deles decide encerrar suas atividades, todas as marcas envolvidas perderão seu canal de venda. Ou, se uma loja depende exclusivamente dessa vitrine, ela tem grandes chances de fracassar ou falir.

É importante também verificar como as taxas, impostos e políticas de preço das plataformas pode interferir no seu negócio, fazer uma análise detalhada da viabilidade financeira do uso dessa estratégia, bem como acompanhar sistematicamente possíveis mudanças de planos ou pequenas correções de preço, o que pode evitar grandes sustos ou surpresas futuras.

O Marketplace pode funcionar perfeitamente para alguns e não ser tão bom para outros, em consequência de uma série de fatores. Nada impede sua empresa de ter mais de uma estratégia, até porque, ao colocar essas ações para caminharem juntas, seu negócio irá colher as facilidades e benefícios gerados por ambas.

O Facebook Marketplace também permite anunciar, comprar e vender produtos sem sair dessa rede social, e vem aos poucos se tornando uma estratégia interessante, embora com características bem diferentes de outros e-commerces já bem conhecidos. Uma de suas desvantagens é não possuir uma plataforma de pagamento, mas justamente isso promove um dos seus maiores benefícios, que é o custo quase zero.

Considere o Marketplace como um atalho para levar seus produtos de encontro aos seus clientes, mas é importante não descuidar da jornada do seu negócio. Analise sempre o momento da sua empresa, a melhor maneira de acessar seu público e a qualidade e assertividade de seus produtos.

 

156 total views, 2 views today

(Visitado56 vezes, 1 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
Márcio Cerbella

Márcio Cerbella

Márcio Cerbella é diretor do EMECF - Educação Empreendedora, Empreteco especialista em Gestão de Negócios, Consultor Empresarial e Instrutor credenciado pelo SEBRAE, além de Pedagogo, Psicopedagogo, Palestrante e Analista de sistemas. É formado em Empreendedorismo e Inovação pela Universidade Federal Fluminense (UFF), Pedagogia e Administração Escolar (UFF) e pós-graduado em Psicopedagogia (FACNEC) e Coach pela IFICCOACH. Já atuou como Coordenador Pedagógico da FAETEC, em que desenvolveu metodologias de Educação a Distância (EAD) para cursos de TI, Gestão de Vendas e Empreendedorismo. Foi supervisor do projeto: "SEBRAE na Sua Empresa" e idealizador de vários treinamentos, além de docente no SENAC e SENAI RJ.
Márcio Cerbella

Latest posts by Márcio Cerbella (see all)

01-04-2019 |

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados Utilità, Desenvolvimento evo.ag.
Pular para a barra de ferramentas