Porque os nossos sonhos e metas morrem antes mesmo de nascer

0

 

Desde a minha vida acadêmica, sempre tive relativa facilidade em cumprir as metas que estabelecia. A verdade é que eu acreditava que isso se dava à minha teimosia pois, quando colocava uma coisa na cabeça, “nem Cristo tirava”.

Essa então “teimosia” continuou comigo ao longo de toda a minha jornada acadêmica e profissional. Até que um dia eu escutei uma pessoa especializada em alta performance me dizer que eu era uma “high performer” intuitiva.

Aquilo me intrigou e foi o gatilho para eu me enfiar em 5 cursos sobre o tema. Afinal de contas, o que era uma pessoa que tinha alta performance de forma intuitiva? Eu precisava entender aquilo.

Até que em um dos cursos eu finalmente entendi. Eu entendi que a minha capacidade de realizar os meus sonhos e metas não era por teimosia, era porque eu tinha foco. Era porque eu me organizava, era porque eu estabelecia objetivos muito claros e sonhava com aquilo todos os dias.

Sabe o mais engraçado de tudo? Que, em um dos cursos, o instrutor falou exatamente das promessas de final de ano e como elas costumam morrer antes do Carnaval chegar.

Agora você pode estar pensando: “fácil falar, difícil é fazer!” É muito difícil fazer, eu concordo totalmente! Por isso, eu separei aqui 3 dicas para que os seus sonhos não morram antes mesmo de nascer e para que elas definitivamente não morram antes do Carnaval chegar.

 

Dica 01: Por que é importante esse seu sonho?

Uma coisa que eu sempre pensava muito antes de determinar as minhas metas era a real importância daquilo na minha vida. Tinha que ser realmente muito importante para eu separar tempo e dedicação para ela.

Neste contexto, lembre-se sempre de pensar: para quê essa meta existe? E só coloque ela como um sonho se ela realmente for importante para você.

 

Dica 02: Estabeleça uma rotina de acompanhamento.

O que não é medido, o que não é avaliado não pode ser ajustado.

Se você estabelece uma meta e não sabe se ela está fluindo de acordo com o planejado, você vai acabar sendo engolido pela rotina, pelas demandas de última hora.

Aí, quando você se lembrar de rever como estão as coisas, elas já vão estar tão atrapalhadas que o ânimo para recuperar o atraso ou mesmo reprogramar as atividades será próximo de zero.

 

Dica 03: Escolha uma metodologia de planejamento e organização.

Quando eu falo de metodologia, não precisa ser algo super complexo, com sistemas de acompanhamento e uma série de regras e requisitos.

Essa metodologia é a forma de se organizar que faz sentido para você. Post-it na tela do computador, foto do fundo de tela do computador, lembretes e alarmes no celular, um caderno, um quadro branco…

O que você quiser, simples assim! Não existe técnica melhor no mundo do que aquela que faz sentido para você.

Só te dou um conselho! Não confie apenas na sua cabeça. O seu cérebro e todo o seu sistema de funcionamento não foram constituídos para ser uma agenda!

Bom planejamento e ótimos sonhos realizados para você.

 

351 total views, 2 views today

(Visitado32 vezes, 1 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
Thaís Lima
Thaís Lima é Coach Criacional formada pelo Instituto Gerônimo Theml, analista comportamental, estrategista e desenvolvedora de carreiras. Além disso é detentora do canal no Youtube Sucesso com M. Email: thais@sucessocomm.com.br
07-03-2019 |

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados Utilità, Mantido por RT Soluções.
Pular para a barra de ferramentas