Sergio Mattos celebra 30 anos de carreira com projetos exclusivos

O agente de moda, que revelou talentos como Isabeli Fontana e Cauã Reymond, inicia as comemorações em projetos que englobam lançamento de livro, exposição e documentário

0

Referência no mundo fashion, Sergio Mattos, fundador da 40 Graus Models, agência que revelou nomes internacionalmente conhecidos no mundo da moda, reuniu um vasto material composto por fotos, vídeos exclusivos, cartas, books e agendas. Ele pretende mostrar toda esta relíquia numa grande exposição. “Será muito legal tornar conhecidos tantos casos que fazem parte da história da moda brasileira, que se tornou referência em todo o mundo”, comemora. O caça-talentos Sergio Mattos completa 30 anos de carreira em setembro e tem muito o que comemorar.

Apesar das inúmeras conquistas no mundo fashion e na dramaturgia, Serginho, como é chamado carinhosamente pelos amigos e profissionais que convivem com ele, está focado em voos ainda mais altos. “Quero ampliar horizontes através do mercado internacional, exportar mais modelos, além de consolidar a DNART, o meu departamento de atores que cresce a cada ano. E ainda fazer um documentário e um livro com os 30 anos contando sobre todas as minhas descobertas”.

Segundo Serginho, a renovação é constante e a cada ano new faces são descobertos. Por isso, além de agenciar e direcionar de forma estratégica a carreira dos modelos e atores do seu casting realiza, desde 2004, a 40 Graus Models & Acting, uma oficina que prepara os jovens aspirantes à carreira de ator e modelo para o mercado de trabalho através de workshops de fotografia, passarela, publicidade, preparação corporal e mídia training.

Uma dica para quem está começando e pretende entrar para a profissão, segundo ele,  é de que “toda modelo precisa saber atuar”, pois, na sua opinião, “a modelo não tem que ser apenas um cabide para mostrar a roupa, mas sim entender o conceito de cada trabalho e conseguir representar personagens, mesmo no silêncio das fotos. Cada clique precisa passar uma emoção e, nos testes, as modelos precisam ter presença de espírito e atitude”.

Uma das principais apostas do empresário é Paula Lacroix, comparada à modelo Gisele Bündchen, que coincidentemente também foi descoberta em um de seus cursos. Segundo ele, assim que deu de cara com Paula, foi paixão à primeira vista. “Ela veio fazer meu workshop e me apaixonei logo que vi. Em fotos, ela lembra muito a Gisele Bündchen quando era novinha e tem muita atitude. Vai longe!”, profetiza, com toda a sua experiência.

Multifacetado, o agente também é fotógrafo e incentiva new faces a compor através do grupo “Era uma vez um poeta”, que é formado por seus agenciados da 40°.

SOBRE SERGIO MATTOS

Sérgio Mattos é uma referência no mundo fashion. Conhecido por ser o principal scouter e revelar os principais talentos da indústria da moda, Sergio é baiano de Iguaí. Veio para o Rio com apenas sete anos de idade. Na Cidade Maravilhosa,  em 1980 ingressou no curso de jornalismo na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), tempo em que se dividia entre experimentar as carreiras de ator e modelo.

Serginho fazia jornalismo e trabalhava na icônica grife Yes Brazil quando foi convidado para gerenciar e formar a equipe da loja carioca, em São Paulo. Foi por lá que a carreira de caça-talentos começou e não parou mais.

Desde então, há 30 anos, revela gerações de nomes que se tornaram internacionalmente conhecidos. Destaque para modelos como Ana Beatriz Barros, Isabeli Fontana, Raica Oliveira, Daniella Sarahyba, Paulo Zulu, João Vellutini, Thyago Alves, Tony Dias, Felipe Hulse, e na lista de atores, Cauã Reymond, Márcio Garcia, Agatha Moreira, Felipe Roque, Beatriz Arantes, Marina Moschen, Juliana Paiva, Pablo Morais, Danilo Mesquita, Danilo Ferreira, entre outros.

Em 1988, veio o convite do fundador da agência de modelos Elite, John Casablancas, para que Serginho se tornasse relações-públicas da primeira Elite no Brasil. A agência teve nomes como Maria Fernanda Cândido, Paula Franco e Carlos Casagrande.

Em 1991, já diretor da Elite no Rio de Janeiro, Serginho era o responsável pelo scouting do concurso Elite Model Look, período em que despontaram modelos como Gisele Bündchen, Caroline Ribeiro, Isabeli Fontana, Raica Oliveira e Ana Beatriz Barros. Em seguida, se mudou para Nova York, onde passou a trabalhar na agência Next. Em 2004 inaugurou a sua própria agência, a 40 Graus Models.

O olhar apurado para detectar futuras estrelas sempre se estendeu para a profissão de ator, tanto que, em 2002, organizou em parceria com a Rede Globo, o concurso Top Models, que escolheu uma candidata entre 150 mil para participar da novela “Desejos de Mulher”, dirigida por Dennis Carvalho. E, no mesmo ano, coordenou, ao lado de Cristina Franco e Gringo Cardia, o Concurso Cinderela, uma iniciativa da Secretaria de Cultura do Rio de Janeiro.

Atualmente, é diretor da 40 Graus Models e revela new faces para o mundo da moda e da dramaturgia.

432 total views, 4 views today

(Visitado81 vezes, 1 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
Larissa Corrêa

Larissa Corrêa

Apaixonada por comunicação logo estudante de jornalismo ou estudante de jornalismo logo apaixonada por comunicação? Repórter na Utilità, geminiana, louca por bichinhos, séries e livros. Fala pelos cotovelos, quase sempre coisas que importam.
Larissa Corrêa

Latest posts by Larissa Corrêa (see all)

28-01-2019 |

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados Utilità, Mantido por RT Soluções.
Pular para a barra de ferramentas