A importância da sustentabilidade no nosso bairro

0

 

Nosso bairro teve uma iniciativa que me deixou impressionada, encontraram uma nova função para as garrafas pet e ao mesmo tempo uma solução para as fezes dos animais que não eram recolhidas da calçada e da rua.

Compreendemos que é possível que se esqueça de levar uma sacola plástica para recolher as fezes do seu bichinho, mas é preciso ter consciência sobre a importância da limpeza de seu bairro, por isso, nos arredores onde eu moro, moradores colocaram garrafas pet presas nas árvores e/ou postes com uma abertura para colocar os sacos plásticos. Dessa forma, não tem mais desculpa para que os donos dos animais não as utilizem. Essas iniciativas são muito importantes para a preservação do nosso bairro e para a reflexão sobre sustentabilidade.

Mas o que é sustentabilidade? Segundo o relatório de Brundtland, de 1987, sustentabilidade significa “suprir as necessidades da geração presente sem afetar a habilidade das gerações futuras de suprir as suas”. Precisamos ter uso consciente de recursos naturais e utilizar alternativas para promover o bem-estar coletivo.

Você sabia que entre 500 bilhões e 1 trilhão de sacolas plásticas são consumidas em todo o mundo anualmente e que, no Brasil, cerca de 1,5 milhão de sacolinhas são distribuídas por hora? Segundo o Fórum Econômico Mundial de Davos, os oceanos terão mais plástico do que peixes em 2050. E isso é muito preocupante e precisamos criar uma consciência sustentável desde já.

Além dessa consciência, precisamos tomar algumas atitudes, nem que sejam pequenas. Lembrem-se, toda ação faz diferença e não tem problema mudar os hábitos aos poucos. Eu, por exemplo, comecei a substituir as sacolas plásticas por sacolas retornáveis nas minhas compras, a priorizar a caminhada e a bicicleta para ir a lugares mais perto. Também passei a evitar copos descartáveis e garrafas pet no consumo de bebidas nos restaurantes.

Percebi que algumas pessoas, mesmo tendo noção dos problemas ambientais e estando dispostos a fazer a diferença, não sabiam como fazer, então, antes de tudo, precisamos aprender os 3R’s: recusar, reduzir e reutilizar. Ao fazer uma compra no supermercado, recusar as sacolas plásticas e usar no lugar bolsas reutilizáveis. Mas, se você não tiver no momento, não tem problema, você pode tentar reduzir o uso, ao invés de duas sacolas, use apenas uma. E como reutilizar? Na verdade, já reutilizamos bastante, ao recolher as fezes do cachorro, ao usar para o lixo doméstico… O problema das sacolas plásticas é que elas não se decompõem no planeta, isso mesmo, elas vão existir pra sempre e por isso que é muito importante encontrar soluções alternativas, como as sacolas reutilizáveis, sacolas de papel recicláveis e sacolas biodegradáveis. Existem até embalagens que podem ser consumidas para reduzir o lixo.

O Canal “Menos 1 lixo” no YouTube produz vídeos alertando sobre o problema do consumo de plástico no cotidiano e dá dicas para se produzir menos lixo. Usar bolsas retornáveis ao fazer compras, recusar copos descartáveis, evitar canudos de plástico e no lugar usar um canudo de metal, fazer compostagem dos alimentos orgânicos e coleta seletiva são algumas opções.

Existe um projeto social chamado “Pegada do Bem” que tem como objetivo conscientizar as pessoas e promover a participação social. O projeto tem parcerias para ensinar sobre reciclagem e alternativas sustentáveis. Os participantes recebem um kit, composto por luvas e sacos. A coleta de resíduos inorgânicos é feita de forma seletiva em parceria com a “eccoponto”, separando papéis, metais, plásticos e vidros.

Após a coleta, há um processo de triagem, onde se aprende formas de reciclagem. É claro que além de ajudar na preservação do ambiente, vendem-se camisas personalizadas e ainda há oficinas, meditação e músicas para animar a galera! O projeto já teve duas ações, na praia de São Conrado e na praia da Barra da Tijuca. Quem sabe a próxima será no nosso bairro? Mesmo se não for, podemos ter a iniciativa de limparmos nossas praias e fazermos a coleta seletiva.

Além da responsabilidade social e ambiental, também devemos ter responsabilidade econômica. Nós, como cidadãos, devemos cobrar e pressionar lojas, empresas e fábricas a fazer uso de produtos sustentáveis, diminuir o consumo de água e fazer o descarte de forma correta, sendo totalmente transparentes. Devemos cobrar também da Prefeitura a solução para os problemas ambientais dos parques e a limpeza do canal das taxas, por exemplo. E do governo, o incentivo à coleta seletiva.

As lojas “Casas Pedro” encontraram formas de reduzir o uso de plástico e a geração de lixo nas lojas, promovendo um consumo mais sustentável e eliminando a embalagem de seus produtos. Dessa forma, o cliente deve levar de casa seu potinho de vidro, sacolas retornáveis ou ECO bag para fazer as compras.

Nós podemos criar essa consciência sustentável estudando sobre, assistindo a palestras e documentários, buscando referências e prestando mais atenção por onde andamos. Juntando nossas energias e todo amor, conseguimos mudar nossos hábitos e participar de projetos sociais para salvar nosso bairro, e, dessa forma, o planeta.

148 total views, 4 views today

(Visitado76 vezes, 5 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
Nicoli Schwaab

Nicoli Schwaab

Nicoli Frantz Schwaab tem 24 anos, é formada em Publicidade e Propaganda. Pisciana, é amante de livros, filmes e séries. Apaixonada pela natureza, pela mente humana e pelos movimentos sociais. Escreve com um olhar mais crítico sobre os temas mas sem deixar a positividade de lado. E-mail: nicolischwaab3@gmail.com
13-11-2018 |

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados Utilità, Desenvolvimento evo.ag.
Pular para a barra de ferramentas