COMO EMPREENDER E INOVAR EM UM NEGÓCIO EM OUTRO PAÍS

0

A falta de informação faz com que empreendedores imaginem que o processo de abertura de negócio em outro país é uma megaoperação que só pode ser realizada por empresas de médio e grande portes e implica em grandes investimentos e custos operacionais elevados. Um projeto de empreendimento no exterior é muito mais dependente do empreendedor do que no negócio.

 

Os empreendedores necessitam interagir com diferentes mercados, culturas, línguas e hábitos. Como vantagens para o empreendedor, o negócio no exterior irá alargar suas ideias pelo contato com novas tecnologias, com os modelos utilizados por empresas fora do Brasil, colocando-o em contato com fontes de fomento que irão possibilitar a identificação de novas oportunidades. O empreendedor deve começar a desenhar seu projeto, planejando o empreendimento e estabelecendo metas simples e viáveis a curto prazo.

 

Uma opção é buscar apoio no Ministério de Relações Exteriores, que possui programas e cartilhas específicas de empreendimento em diversos países, além de entidades de apoio, tais como as Federações de Indústria e Comércio vinculadas ao seu ramo de negócio, o Sebrae da sua região, associações comerciais, CDLs e outras. O site do Ministério das Relações Exteriores informa que em 2017 havia cerca de 20 mil micro e pequenos empreendimentos de brasileiros no exterior, sendo a maior concentração nos EUA, com 9 mil empresas brasileiras, seguidos do Japão, com 1,5 mil, e da França, com 1,3 mil. O segmento mais tradicional é o de empresas que comercializam produtos para as comunidades brasileiras no exterior, tais como alimentos, vestuário e outros bens de consumo, além de serviços como salões de beleza, restaurantes, academias de musculação e de dança.

443 total views, 2 views today

(Visitado31 vezes, 1 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
Sérgio Dias

Sérgio Dias

Sergio Dias é economista com pós-graduação em gerência de projetos e especialização em administração de empresas; consultor de empresas, roteirista, palestrante e instrutor; sócio da Sdias Consultoria Ltda (fundada em 1999); prestador de serviços de consultoria no SEBRAE/RJ, nas áreas de gestão da inovação e planejamento estratégico. Sérgio Dias também é consultor e facilitador de cursos de inovação na FIRJAN e na ANPEI, além de ser vice-presidente da ASSESPRO-RJ.
06-03-2018 |

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados Utilità, Desenvolvimento evo.ag.
Pular para a barra de ferramentas