Bem estar canino

0

canino - interno

Olá! Estou de volta. E nesse meu retorno decidi abordar um tema muito relevante para conhecimento dos donos de cães que é o bem estar canino.

Para considerar que um cão está em seu pleno bem estar, não podemos pensar que basta um afago, uma boa alimentação, um passeio no quarteirão e idas ao veterinário periodicamente. O bem estar canino engloba muito mais que isso.

Primordialmente, é necessário que se entenda o que realmente é o bem estar canino. O bem estar canino é um completo estado físico e mental em que o cão está em equilíbrio com o ambiente em que vive.

Entendendo o que é o bem estar canino, precisamos saber como fazer os nossos cães atingirem este estado. Os cães, além de boa alimentação, cuidados médicos e carinhos, necessitam expressar seu comportamento natural, ou seja, ser um cão. Desta forma, ele precisa ter o seu ambiente enriquecido com atividades físicas e mentais.

Atividade mental? Sim. Atividade mental, inclusive. Isso me fez lembrar certa vez em um atendimento quando um cliente me disse: “Atividade mental é leitura! Eu leio muito, mas você quer colocar meu cão para ler?!”.

Aí está o ponto. Quando introduzimos nossos cães em nossas casas, em nossas vidas, os amamos tanto que passamos a tratá-los como um ser humano. No entanto, ele é um cão! E, para que ele seja feliz plenamente, ele precisa se sentir como um cão e desta forma desenvolver suas funções naturais. Pois, quando não permitimos isto, eles entram em desequilíbrio, pois lhes falta o bem estar, e em sua maioria começam a ter comportamentos indesejados.

O que devemos fazer então? Levar nossos cães para passear em ambientes equilibrados, estáveis. Cães gostam da previsibilidade, isso os faz sentirem mais seguros, e estando seguros irão desfrutar do passeio sem estresse, assim estarão em equilíbrio e consequentemente felizes.

Na própria rotina do dia a dia de nossos cães, podemos ainda enriquecer seus ambientes a fim de que eles desgastem a energia mental. Por exemplo: na hora deles se alimentarem, espalhar a ração por alguns lugares da casa (embaixo da cadeira, escondido em um canto, etc.) a fim de estimular o faro que é um comportamento natural canino. Esse estímulo trará uma sensação tão positiva a eles que estaremos atingindo o seu bem estar.

São muitas as maneiras de fazer com que nossos cães expressem seu comportamento natural. Mas é necessário compreendermos que nossos cães, apesar de, nos grandes centros urbanos, serem considerados membros da família, não são seres humanos e precisam conviver e conhecer outros de sua mesma espécie.

Entendam, não sou contra cães dentro de casa, contra beijar seu cão etc., até mesmo porque, se dissesse aqui, estaria sendo contraditória, pois tenho um cão que amo, beijo, faço carinhos. O que quero que entendam é que um cão equilibrado, ou seja, que exerce suas funções naturais, é feliz plenamente! Relembro ainda que o cão gosta de estar em um ambiente estável, previsível a ele, ou seja, um ambiente de completo equilíbrio.

O bem estar canino é muito mais que uma caminhada de 3 horas no calçadão da praia ou o dia todo jogando bolinha no quintal sem parar, ou horas em um parque para cães sem estar exercendo as funções naturais.

Bem estar canino é muito mais!

 

15,321 total views, 2 views today

(Visitado190 vezes, 1 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
Luciana Estefanio

Luciana Estefanio

Luciana Estefanio é idealizadora do ParCão Recreio e sócia da creche para cães AmiCão do ParCão.
31-01-2018 |

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados Utilità, Desenvolvimento evo.ag.
Pular para a barra de ferramentas