COMO ECONOMIZAR E PLANEJAR UMA VIAGEM PARA O FIM DO ANO

0

viagem alexandre - interno

O fim do ano está chegando e, além das festas, tem também as férias. Mas a crise está aí! O que fazer para viabilizar aquela viagem bacana no fim do ano? Vamos a algumas dicas.

 

Planejamento financeiro: ao preparar o orçamento, a pessoa percebe quanto pode precisar e consegue determinar quanto deverá guardar mensalmente. Ao longo do tempo, poderá ir adaptando o orçamento à realidade dos gastos, e vice-versa. Lembrar de incluir todos os outros gastos, além de passagem, hospedagem e translado: compras, alimentação, seguros (quando for o caso), presentes, plano de telefonia e internet, entre outros.

 

Fonte de recursos: qualquer origem de recursos que ajude a viabilizar a viagem é bem-vinda. Vai desde economizar na energia elétrica até reduzir o número de saídas no mês, ou de pizzas e cervejinha. Não desconsidere a possibilidade de vender algo ou de fazer um trabalho extra para gerar uma renda adicional.

 

Antecedência: ao fazer tudo com antecedência, é possível obter preços mais vantajosos, poupar montantes maiores, investir parte do dinheiro que será usado e se proteger contra a oscilação cambial, se for o caso de viagem para o exterior. Idealmente, as passagens, hospedagens e passeios devem ser adquiridos, no mínimo, com seis meses de antecedência. Esta estratégia poderá gerar economias de 30 a 70% no custo final.

 

Passagem primeiro: Compre as passagens primeiro! Pode olhar os preços, mas não reserve o hotel antes da passagem, a menos que use a possibilidade de cancelamento grátis.

 

O lema é pesquisar: faça uma robusta comparação de preços em termos de passagens aéreas, hospedagem, passeios, etc. Pesquise também em várias datas, mudando os dias da semana – da partida e da chegada.

 

Quebre paradigmas: viajar nos dias 24 e 31 de dezembro costuma ser mais barato. Claro, se não se importa de estar em trânsito ou em um aeroporto, porto ou rodoviária.

 

Moeda estrangeira: se o destino for o exterior, vá comprando pequenas quantidades da moeda que necessitará. A oscilação do câmbio será diluída ao longo do tempo.

 

Em grupo, é mais barato: viajar com amigos e familiares, se hospedando em quartos maiores ou alugando casas e apartamentos por temporada geralmente sai mais barato que um quarto tradicional de hotel.

 

Aberto ao novo: nem sempre o mais longe é melhor. Tem lugares próximos super legais e, muitas vezes, com preços bem acessíveis. Explorar viagens curtas e cidades próximas pode ser uma boa.

 

Olho na documentação: para viagens internacionais, é importante checar a necessidade de passaporte, vistos e seguros; nas nacionais, se há alguma exigência específica, principalmente se envolver menores de idade. Mesmo em viagens de carro, a documentação do veículo deve estar em dia.

 

Aqui foram algumas dicas. A principal delas é planejamento com antecedência.

 

Boa viagem!

 

755 total views, 1 views today

(Visitado74 vezes, 1 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
Alexandre Prado

Alexandre Prado

Alexandre Prado é coach, consultor, especialista em finanças, escritor e professor de cursos na área de desenvolvimento humano e organizacional, além de CEO da Núcleo Expansão. Tem no currículo sólida formação acadêmica, incluindo especializações em Nova Iorque, Boston e Oxford, e vasta experiência como alto executivo de empresas nacionais e multinacionais.
23-08-2017 |

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados Utilità, Mantido por RT Soluções.
Pular para a barra de ferramentas