A importância do arquiteto para a realização de uma obra

0
Photo via VisualHunt

Photo via VisualHunt

Um ambiente, seja ele interno ou externo, transparece a personalidade de seu morador ou usuário. Projetar um cômodo ou uma casa inteira não é simplesmente uma questão de escolher a cor certa, um papel de parede bonito ou, ainda, a mesa da loja sensação do momento. Projetar um espaço envolve desde o pensar na funcionalidade à estética do mesmo, sendo um processo que engloba do layout à marcenaria, passando por iluminação, elétrica, locação de ar condicionado e escolha de materiais. Por isso, ao se pensar em fazer uma obra, por menor que seja, é bom considerar uma consulta a um profissional de arquitetura.

Realizar uma obra é uma decisão que envolve questões como disponibilidade financeira, organização do local e das etapas e demais pontos de grande relevância. Um arquiteto pode agir de duas formas para facilitar e ajudar nesse processo.

A primeira é elaborando o projeto, que passa por três fases: estudo de projeto, anteprojeto e projeto executivo. Durante as etapas, o cliente opina e direciona as sugestões do arquiteto de acordo com seu gosto. Com o projeto, o cliente consegue não só visualizar o resultado final e entender o que está sendo proposto, como se organizar financeiramente e definir que a obra seja feita conforme ele puder arcar. Caso necessário, o profissional pode fazer um planejamento junto ao cliente, dividindo a obra em etapas ou diminuindo as intervenções de acordo com o montante que o cliente pode gastar.

A segunda é fazendo o acompanhamento da obra a fim de garantir que o projeto saia conforme planejado. É neste momento que o profissional acompanha o cliente nas lojas e define os materiais que serão usados. Além disso, caso surja algum imprevisto (como um pilar), o arquiteto pode remanejar e adequar o projeto. Especialmente se este for de grande porte, envolvendo questões como demolição, instalação de novos pontos de hidráulica, elétrica, por exemplo.

O que muitas pessoas não sabem é que a intervenção de um arquiteto em uma obra em um prédio, mesmo que dentro de um apartamento, requer o gerenciamento do profissional. De acordo com normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), para executar uma reforma dentro da unidade condominial, o proprietário/morador deve apresentar ao síndico um plano de reforma e um RRT (Registro de Responsabilidade Técnica), assinados, respectivamente, por um engenheiro ou arquiteto – que deverá acompanhar a obra – antes do início da mesma.

É importante salientar que o arquiteto desenvolve todo o projeto com base nas características do morador ou da empresa. O profissional estuda todos os detalhes da reforma para criar o ambiente dos sonhos do morador, tanto em termos estéticos quanto funcionais.

Contratar um arquiteto é o melhor caminho para a elaboração e execução de projetos, sejam estes em residências, espaços comerciais ou corporativos. Contar com o apoio de um profissional capacitado é ter a certeza que o ambiente será elaborado de acordo com o perfil e necessidades do usuário.

 1,338 total views,  1 views today

(Visitado215 vezes, 1 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
Ciça Ferracciu
Arquiteta, formada pela PUC-Rio, desenvolve projetos nas áreas residencial, comercial e corporativo. www.cicaferracciu.com
Ciça Ferracciu

Latest posts by Ciça Ferracciu (see all)

06-10-2016 |

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados Utilità, Mantido por RT Soluções.
Pular para a barra de ferramentas