Como um empreendedor pode motivar a si mesmo todos os dias

0
Photo via VisualHunt

Photo via VisualHunt

No artigo anterior, abordei como a atitude empreendedora pode salvar seu negócio e fazê-lo sobreviver. Afirmei que, sem atitude para motivar a si mesmo e os colaboradores, seria praticamente impossível incorporar a inovação como estratégia para aumentar a competitividade de sua empresa. Atitude, portanto, foi o primeiro passo. Falaremos agora sobre os próximos passos a seguir, que são o planejamento e a realização.

Considero o planejamento como uma ferramenta de gestão e administração da maior importância para alcançar objetivos, e se faz necessário em todas as áreas. Planejar consiste em preparar, organizar e estruturar um negócio, visando um determinado objetivo. Portanto, o planejamento tem importância fundamental tanto na hora de montar um negócio quanto na continuidade da operação desse negócio.

Antes de planejar, é preciso encontrar uma ideia para o seu negócio, mas ideias nem sempre surgem do acaso. Elas também aparecem para você quando sua mente se abre para a observação do ambiente. Picasso dizia que a inspiração (a ideia) sempre aparece, mas deve encontrá-lo trabalhando (observando atentamente).

A maior fonte de ideias para seu negócio está na observação do comportamento de seus possíveis clientes e na identificação de demandas não atendidas do mercado. Analise o mercado onde pretende atuar e observe que lacunas esse mercado apresenta. Lacunas são as demandas não atendidas ou as demandas que ainda não são sentidas pelo mercado. Invista nessa linha de pesquisa e você vai encontrar essa lacuna. Crie algo para atender a essa demanda reprimida e aguarde o sucesso.

Encontrada a ideia, ou as ideias, vem a fase do planejamento, que consiste em transformar suas ideias em um negócio de sucesso. Essa deve ser a motivação principal do empreendedor. Em primeiro lugar, verifique se sua ideia partiu da identificação de uma demanda não atendida ou se surgiu do acaso. No caso de ter sido originada pela identificação de uma demanda não atendida, verifique qual o impedimento ou obstáculo que existe para realizá-la. Procure vencer ou contornar esse obstáculo ou impedimento e você terá criado algo novo que será sucesso de mercado.

Caso sua ideia tenha surgido ao acaso, verifique se existe mercado para ela, ou seja, se será aceita e consumida pelo mercado. Caso afirmativo, comece a planejar a realização e o lançamento no mercado. Avalie suas possibilidades de realizá-la e os recursos ou conhecimentos que você precisa obter para isso. Resolvida essa questão, elabore um plano de ação para tornar sua ideia um produto ou serviço e elabore também o modelo de negócio para comercializar esse produto ou serviço. Volto a frisar: atitude e planejamento são essenciais para o êxito da realização.
Pronto. Eis aí a motivação para tornar-se um empreendedor inovador. Mas lembre-se que não basta simplesmente querer ser inovador. É preciso que sua motivação para inovar em seu empreendimento encontre um ambiente propício e seguro para essa realização.

272,986 total views, 1 views today

(Visitado67 vezes, 1 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
Sérgio Dias

Sérgio Dias

Sergio Dias é economista com pós-graduação em gerência de projetos e especialização em administração de empresas; consultor de empresas, roteirista, palestrante e instrutor; sócio da Sdias Consultoria Ltda (fundada em 1999); prestador de serviços de consultoria no SEBRAE/RJ, nas áreas de gestão da inovação e planejamento estratégico. Sérgio Dias também é consultor e facilitador de cursos de inovação na FIRJAN e na ANPEI, além de ser vice-presidente da ASSESPRO-RJ.
04-10-2016 |

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados Utilità, Mantido por RT Soluções.
Pular para a barra de ferramentas