Quais os desafios para quem escolheu fazer uma transição de carreira?

0
Photo via VisualHunt

Photo via VisualHunt

Primeiro, se pergunte: por que quer mudar? Essa pergunta precisa nortear suas próximas ações. O salário atual não é o dos seus sonhos, o chefe é chato, a promoção ficou só para o próximo ano e o ânimo para trabalhar não existe mais… Quando as coisas não vão bem, qualquer motivo é suficiente para pensar em mudar. Dependendo da conclusão a que se chega, mudar pode ser mesmo a grande solução.

Por outro lado, para quem não sente prazer com aquilo que faz e já está cansado, mudar significa procurar mais que outra empresa, pode significar buscar outra profissão. E não há problema nisso, desde que você esteja seguro de que fazer a transição de carreira é o melhor que você pode fazer por você. Afinal, ter satisfação no trabalho é essencial, passamos, pelo menos, um terço de nossas vidas trabalhando.

Primeiramente, investigue os motivos. Por que você não está satisfeito com a sua vida profissional? O que mais o impacta negativamente na sua atual função que criou em você o desejo de buscar um novo caminho? Você já se sentiu feliz fazendo o que fazia? O que mudou? Se fosse possível mudar qualquer coisa na sua função atual, o que você mudaria que poderia gerar uma nova percepção quanto a se fazer esta transição? E se, por hipótese, você fosse promovido? Mudaria sua percepção? E se recebesse um aumento? Se pudesse trabalhar em home office? E se aquele chefe que te persegue pedisse demissão? E se trabalhasse naquela firma que você acha ótima? Faria diferença no seu sentimento atual?

É importante que você tenha considerado todas essas questões, pois, caso contrário, você poderá se deparar com obstáculos semelhantes ao que está vivendo e pelos quais quer mudar.

Antes de tomar qualquer decisão, o que você precisa é dar um tempo a si mesmo. O melhor a fazer é esperar um pouco e refletir sobre o que o incomoda. É importante que, para fazer isso, você tenha considerado muitas coisas ao optar pelo novo caminho. Neste processo, um coach ou gestor de carreira pode te ajudar a responder essas perguntas e te fazer seguir com segurança, foco e determinação.

Na sua vida profissional, se você decidir mudar sua trajetória e tomar uma nova direção, você precisa ter certeza aonde quer chegar, conhecer as características do lugar para onde quer ir e os impactos da mudança nos diferentes aspectos da vida.

Numa situação hipotética, você, cansado de tanta insatisfação, radicaliza e se demite. Depois de experimentar a paz por um tempo, se dá conta de que apenas precisava de um período de férias. O descanso desejado aconteceu e o emprego não volta mais.

Antes de mais nada, é preciso se conhecer. O autoconhecimento será o seu grande aliado na decisão, junto a outros fatores, como desejos, valores e expectativas. Autoconhecimento é fundamental na evolução deste processo. Você se conhece? Sabe o que procura?

Antes de mudar de profissão, considere alguns fatores e se faça algumas perguntas. Relacionamos abaixo sugestões para você saber realmente se deseja mudar de profissão e o que fazer para levar adiante uma empreitada desse tipo.

Você está insatisfeito? É necessário descobrir o motivo para a sua insatisfação.

O que você quer fazer? Pense nas carreiras nas quais você se daria bem e aquelas que você não encararia de jeito nenhum.

Não sonhe que a nova carreira será perfeita todo o tempo. Quando pensam em mudar de carreira, muitas pessoas idealizam a profissão escolhida, como se esse novo trabalho não tivesse desafios.

Não vá pelo que aparenta ser, pesquise o mercado. Você leu ou ouviu em algum lugar que um determinado tipo de negócio está dando muito dinheiro. Quem está ganhando dinheiro, já conhece o mercado em que atua, conhece os concorrentes, e você não terá retorno financeiro tão rápido como imagina.

Ouça a voz da experiência. Converse com pessoas que de fato trabalham na área que você escolheu. Pergunte sobre os pontos positivos e negativos daquela profissão, a rotina e os desafios.

Capacite-se. Saiba se aquilo que você quer exercer requer conhecimento técnico e profissional, ou se você terá de encarar uma faculdade.

Não desperdice conhecimento. Tudo o que aprendeu em sua profissão atual pode ser agregado ao novo trabalho. Descubra se é possível complementar sua experiência à nova carreira.

Prepare-se financeiramente. A nova profissão talvez não dê retorno financeiro logo no início. É bom ter sempre uma reserva, caso a coisa demore um pouco mais a acontecer.

Teste a profissão desejada antes de trabalhar nela de fato. E boa sorte!

 1,488 total views,  1 views today

(Visitado192 vezes, 1 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
Elaine Fucci

Elaine Fucci

Elaine Fucci é sócia da Flow Consultoria & Coaching e é Life and Business Coaching e Analista de perfil comportamental certificada pelo Instituto Brasileiro de Coaching. BCI pelo Behavioral Coaching Institute,  Graduada em Economia e pós-graduada em Gestão Estratégica , palestrante comportamental e responsável pelo desenvolvimento de  projetos como Coaching Vocacional e Coaching de Carreira e Imagem Corporativa.
16-08-2016 |

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados Utilità, Mantido por RT Soluções.
Pular para a barra de ferramentas