Doenças Comuns do Inverno

0
medications-interna cópia

Photo via VisualHunt

Durante o inverno, uma série de fatores pode fazer com que haja o aumento de determinados tipos de doenças. Junto com as baixas temperaturas, ocorre a diminuição da umidade relativa do ar, podendo acontecer maior concentração de poluição no ar (principalmente em grandes cidades), além de as pessoas ficarem mais aglomeradas em ambientes fechados, onde a disseminação de vírus e bactérias se torna mais fácil.

As doenças mais comuns no inverno são: resfriado, gripe e alergias respiratórias. Podem levar também a outras doenças, como pneumonia, otite média (no verão são mais comuns as otites externas), sinusite, crises de asma e bronquite.

Resfriado – causado por diversos tipos de vírus, tem sintomas muito parecidos com a gripe, mas é mais brando. Geralmente, dura até cinco dias, mas pode chegar até duas semanas. Causa coriza, nariz entupido, espirros, dor de garganta e, algumas vezes, febre baixa. O tratamento é feito apenas para aliviar os sintomas.

Gripe – causada pelo vírus influenza, pode ser parecida com o resfriado, mas muitas vezes vem acompanhada de febre alta e súbita, muito cansaço e dores no corpo. Se não houver o tratamento correto, pode levar a complicações, principalmente em crianças, idosos e pacientes com deficiências na imunidade. Além das medicações, é importante o repouso, hidratação e alimentação adequada. A vacina anual ajuda a prevenir a gripe.

Rinite e Sinusite – muitas pessoas confundem essas doenças e, muitas vezes, elas ocorrem de forma simultânea. Podem ser causadas por alergia, vírus, bactérias e raramente por fungos. Ocorrem pela inflamação da mucosa nasal e dos seios paranasais (cavidades de ar no crânio, que ficam ao redor do nariz). A rinite causa coriza, espirros, coceira e nariz entupido. Na sinusite, além desses sintomas, pode ocorrer febre, secreção nasal, dor de cabeça e nos olhos. O tratamento pode ser feito para aliviar os sintomas e algumas vezes é necessário o uso de antibióticos.

Otite Média – é uma inflamação da orelha média, cavidade preenchida por ar que fica atrás da membrana do tímpano, e se comunica com o nariz através da tuba auditiva. Ocorre mais comumente no inverno, enquanto a otite externa ocorre mais no verão, por conta de mergulhos em piscina, mar, etc. Quando há inflamação do nariz, com inchaço da mucosa ao redor da tuba auditiva, essa comunicação se fecha e facilita a inflamação da orelha média. Causa dor intensa, pode causar febre também. A prevenção envolve manter o nariz sempre desobstruído. O tratamento também envolve o bom funcionamento do nariz, remédios para a dor e algumas vezes o uso de antibióticos.

Alergias – ocorrem por reações do corpo a diversos elementos, como poeira, pelos de animais, mofo, etc. Podem ter vários sintomas e também podem levar a rinite, sinusite, asma e bronquite.

Asma e Bronquite – são inflamações das chamadas vias respiratórias baixas (traqueia e brônquios). Dificultam a entrada e saída de ar dos pulmões. Causam chiado no peito, falta de ar, cansaço, tosse.

Pneumonia – infecção aguda dos pulmões geralmente causada por vírus e bactérias, e mais raramente por fungos. Pode acontecer como complicação de gripes e de crises de asma e bronquite graves. Em geral, o tratamento envolve a necessidade do uso de antibióticos, específicos para cada caso.

Para evitar todas essas doenças, é importante evitar lugares fechados, com aglomerações de pessoas, sempre lavar bem as mãos, evitar levar as mãos aos olhos, nariz e boca. Além disso, hábitos de vida saudáveis, como boa alimentação, hidratação, atividade física, e boa qualidade de sono, fortalecem a imunidade e ajudam o organismo a evitar as infecções por vírus e bactérias.

Caso fique doente, quando for tossir ou espirrar, evite cobrir nariz e boca com as mãos. Prefira utilizar o braço para essa função. Assim você vai contribuir para evitar a disseminação dos vírus e bactérias ao colocar a mão contaminada em maçanetas, corrimãos, etc. E sempre procure seu médico para um diagnóstico adequado e o correto tratamento. Dessa forma, você evitará o uso inadequado de medicações e principalmente o uso incorreto, e muitas vezes desnecessário, de antibióticos.

 1,153 total views,  1 views today

(Visitado119 vezes, 1 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
Dr. Hugo Fraga Barbosa Leite

Dr. Hugo Fraga Barbosa Leite

Otorrinolaringologista - Professor da Disciplina de Otorrinolaringologia da Unirio - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Mestrado em Neurociências pela UNIRIO. Pós-Graduado em Medicina do Trabalho. Membro titular da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial - ABORL, da Sociedade de Otorrinolaringologia do Estado do Rio de Janeiro - SORL e da Associação Brasileira de Medicina do Trabalho - ABMT. Perito Judicial. Otorrinolaringologista, titulado pelo MEC, pela Associação Médica Brasileira e Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial. Residência Médica em Otorrinolaringologia pelo Hospital Universitário Gaffrée e Guinle da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Formado pela Escola de Medicina e Cirurgia da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO.
Dr. Hugo Fraga Barbosa Leite

Latest posts by Dr. Hugo Fraga Barbosa Leite (see all)

13-07-2016 |

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados Utilità, Mantido por RT Soluções.
Pular para a barra de ferramentas