Dicas de roupas para o inverno

0
winterclothes-interna cópia

Photo credit: Vato Bob via VisualHunt.com / CC BY

Basta a temperatura cair para a gente lembrar da bota e do casaco de couro, não é mesmo? Mas será que precisa ficar só nisso? Respondo que não, não precisa! Até porque você não vai aguentar usar só isso durante toda a estação.

Um dos meus lemas, algo que ensino com afinco para as alunas do Clube das Mulheres Bem Vestidas, é: você não precisa de muita roupa, mas de criatividade e inteligência no uso para sair bem vestida todos os dias. Com temperaturas mais amenas, fica ainda mais fácil de fazer isso, basta brincar de sobreposição, incluir lenços, misturar cores e texturas.

Para colocar tudo isso em prática, a primeira coisa é olhar como você anda organizando seu armário. A forma como você dispõe suas peças impacta diretamente no uso das mesmas. Por isso, nada de separar roupas de frio e de calor. Separe apenas as partes de cima (blusas e terceiras peças, casacos, tricôs, etc) das partes de baixo (calças, saias, vestidos). Dentro destes tipos, organize por cor, da mais clara para mais escura, é mais agradável ao olhar. Feito isso, a única coisa que precisa ter em mente é que looks de inverno têm mais peso visual. Na prática, ao se vestir, pense no styling das peças, com camadas, sobreposições, layers.

Por exemplo, para usar no inverno um vestido ou uma saia que você só usava no verão, adicione um tricô volumoso, bolsa grande e escura, e uma bota. Se estiver mais frio, uma meia calça e uma segunda pele sob o vestido são ótima pedida. Aliás, meias calças e segundas peles (aquelas blusas bem justas para usar como underwear), são peças com ótimo preço que aquecem e levam qualquer produção para o frio.

Outro coringa para o frio são lenços, pachiminas e echarpes. Aquecem, trazem cor para perto do rosto e deixam qualquer look mais charmoso. E ao entrar num ambiente que está mais quente, só tirar do pescoço e amarrar na bolsa. Para tirar do óbvio os looks de inverno, que acabam ficando monocromáticos, de uma cor só, misture texturas nas peças: couro, tricô, tweed, seda, viscose, algodão…

Uma #dicafefuscaldo: o que os olhos humanos entendem como harmônico, agradável ao olhar, é colocar a peça mais leve sempre por baixo. É contraintuitivo colocar o leve por cima. Existem exceções, looks conceituais, looks de passarela, mas na vida real, sugiro seguir com a peça mais leve como primeira camada.

Para te ajudar neste inverno, vou listar o que considero necessário num armário vida real, de quem mora em um país tropical:

– Dois casacos mais quentes, um claro e um escuro: quanto mais diferentes forem os modelos, mais versatilidade garantem.

– Meias calças variadas: para quem tem pernas finas, abuse delas como textura!

– Segundas peles, uma clara e uma escura. As de gola alta ainda atualizam o look, pois são tendência.

– Uma bota: os modelos curtos são mais versáteis, transitam melhor de ambientes formais a casuais.

– Lenços, pachiminas, echarpes variadas.

Pronto! Somando isso a seu “armário de verão”, é garantia de looks quentinhos e charmosos por todo inverno.

P.S.: A hashtag #dicafefuscaldo no Instagram está cheias de dicas práticas e fáceis para você aplicar no seu armário. Segue lá: @fefuscaldo, que você ainda vai ter ideias com as minhas produções da vida real.

 885 total views,  1 views today

(Visitado42 vezes, 1 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
Fernanda Fuscaldo

Fernanda Fuscaldo

Fernanda Fuscaldo é formada em Consultoria de Imagem pela Em Moda e Dress Code Intl, fundadora do Clube das Mulheres Bem Vestidas, formada em Personal Shopper pela Oficina de Estilo, em Produção de Moda pelo Senai Cetiqt e é coach pela Abracoaching, além de ser também bacharel em Engenharia Civil pela UERJ
08-07-2016 |

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados Utilità, Mantido por RT Soluções.
Pular para a barra de ferramentas