Consumo de Paracetamol (Tylenol) pode afetar temporariamente as funções cerebrais

0
pils-interna cópia

Foto: SimonQ錫濛譙 via Visual hunt / CC BY-NC-ND

Considerado relativamente seguro, a despeito do seu já conhecido efeito tóxico no fígado quando utilizado em altas doses, o medicamento Paracetamol, que tem venda livre e não controlada por receita, foi apontado como responsável por alterações cerebrais em um estudo científico.

Para checar os efeitos do paracetamol, os pesquisadores conduziram um experimento com 62 voluntários. Metade do grupo ingeriu 1.000 miligramas (dose normal máxima recomendada) do medicamento, enquanto o restante tomou apenas um placebo.

Enquanto eram monitorados por um eletrocefalograma, todos os participantes foram orientados a realizar a seguinte tarefa: apertar um botão sempre que a letra F aparecesse em uma tela. Caso o painel mostrasse a letra E, eles não deveriam pressioná-lo.

O resultado foi surpreendente. O grupo no qual o Paracetamol foi ministrado não apenas apertou mais vezes o botão diante da letra E, como também deixou passar em branco uma série de letras F.

O estudo, publicado no Journal Social Cognitive and Affective Neuroscience, de fevereiro de 2016, realizado por um grupo canadense, sugere que a droga tem mais efeitos do que simplesmente combater a dor, e pode ter consequências inesperadas na rotina do paciente.

Então, atenção recomendada para aquelas pessoas que fazem uso de Tylenol para qualquer dorzinha, e mais ainda neste momento de epidemia de dengue, Chikungunya e Zika, quando o uso desta medicação está sendo feito de maneira indiscriminada.

646 total views, 2 views today

(Visitado66 vezes, 1 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
Selma Merenlender

Selma Merenlender

CRM 5248425-2 Graduada pela Escola de Medicina da FTESM em 1986. Diretora diretora técnica da Imunofluminense.
25-05-2016 |

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados Utilità, Desenvolvimento evo.ag.
Pular para a barra de ferramentas