Estar desempregado: aproveite o momento e reflita sobre a trajetória profissional

Comece se conhecendo. Saber o que te motiva vai te ajudar a entender o seu momento

0
carreira-interna cópia

Aproveite esse tempo para pensar melhor na sua vida profissional e imponha novas metas a você | Foto: VisualHunt

As coisas que nos acontecem mudam de cor e de intensidade dependendo da forma como as encaramos. Essa era uma frase que costumava ouvir muito na infância – também não era para ser diferente sendo filha de imigrantes que sofriam com todas as dificuldades impostas pela nova terra que escolheram para viver. Mas só passei a entender isso bem mais tarde quando comecei a sentir minhas próprias dores e perdas.

Estar é diferente de ser. Estar é uma condição temporária que nos permite mudar a forma como reagirmos perante ela. Nossos pensamentos e palavras têm um peso enorme nos nossos sentimentos que refletem nas pessoas e na forma como elas nos veem. Estar desempregado não precisa transmitir sensação de incapacidade e, muito menos, gerar baixa autoestima. Junto com ela, a segurança costuma despencar, enquanto surgem a revolta, a culpa e a tristeza. Fuja disso.

No momento político e econômico que vivemos desde o ano passado, não caíram só as máscaras e não houve só decepção. Todo esse quadro respingou e muito na vida e na família de milhões de pessoas. As empresas precisam fazer mais com menos, menos recursos, menos pessoas e, com isso, estamos ficando desempregados.

Muitas pessoas que hoje perdem seus empregos estão incluídas na estatística de 80% insatisfeitas com sua carreira. Portanto, comece se perguntando: “o que eu posso fazer de melhor por mim que ainda não fiz?” Se não conseguir as respostas sozinho, um profissional de carreira com certeza poderá lhe ajudar.

Como Coach de carreira e já tendo trabalhado um tempo especificamente com recolocação de profissionais no mercado, tive a oportunidade de vivenciar grandes oportunidades e mudanças surgidas a partir da necessidade de se buscar não estar mais desempregado. Com todo esse clima de pessimismo no ar, muitos profissionais tecnicamente qualificados estão se vendo obrigados a mudar de área após uma demissão. Mas como fazer disso uma oportunidade?

Comece se conhecendo. Saber o que te motiva vai te ajudar a entender o seu momento. Reflita sobre suas condições e faça o que quer realmente, o que lhe dá mais prazer e satisfação. É um convite ao questionamento da vida profissional. Porque muitas pessoas acabam emendando um trabalho no outro sem se questionar se estão no caminho certo. “Qual foi a minha postura que culminou no meu desligamento? Tive alternativas antes disso acontecer? Posso melhorar em quê?”

Fazemos escolhas todos os dias, desde a roupa que vestimos até o modo como vamos encarar nossos problemas. E todas as escolhas geram consequências. Perdemos e ganhamos em nossas decisões. Mas precisamos saber quais são os nossos valores, nossos objetivos, aonde queremos chegar, para que possamos fazer escolhas assertivas, em que o que vamos perder seja aquilo que não nos importa, mas o que vamos ganhar seja o combustível que vai mover a máquina rumo a novas oportunidades. Aproveite para batalhar uma vaga de emprego diferente. Esse é o momento de ousar e tirar proveito do tempo livre. Você não está de férias. Aproveite esse tempo para pensar melhor na sua vida profissional e imponha novas metas a você.

Muitas pessoas vinham sofrendo com grande desgaste emocional, seja pela falta de motivação com sua carreira, seja por seus superiores, ambiente de trabalho, cultura da empresa ou falta de perspectiva de crescimento. Mas não eram capazes de pedir demissão para não abrirem mão de seus benefícios trabalhistas. Somente quando a demissão chega é que pensam na possibilidade de se reinventarem, viver um trabalho com o qual sempre sonharam.

Aquele sonho de empreender que parecia tão distante e arriscado de repente pode ser a grande saída e a grande virada. As pessoas vão estar preocupadas em como consumir de forma mais racional. É preciso estar atento às novas necessidades de produtos e serviços que deverão surgir a partir daí.

A possibilidade de especializar-se em algo que realmente goste de realizar e fazer disso uma nova profissão. Não fazer aqueles cursos apenas porque a empresa lhe exigia atualização, mas algo que faça diferença para uma mudança de trajetória em sua vida profissional, seja na carreira atual ou mesmo mudando para uma nova.

Você vai precisar estar motivado a buscar novos caminhos para que eles se abram. Você é o piloto responsável pela nova trajetória, que, por mais desafiadora que seja, vai te levar ao destino que você traçar. Faça suas malas e aproveite a viagem.

E lembre-se: “Você não encontra paz evitando a vida” (Virginia Woolf)

 1,060 total views,  1 views today

(Visitado84 vezes, 1 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
Elaine Fucci

Elaine Fucci

Elaine Fucci é sócia da Flow Consultoria & Coaching e é Life and Business Coaching e Analista de perfil comportamental certificada pelo Instituto Brasileiro de Coaching. BCI pelo Behavioral Coaching Institute,  Graduada em Economia e pós-graduada em Gestão Estratégica , palestrante comportamental e responsável pelo desenvolvimento de  projetos como Coaching Vocacional e Coaching de Carreira e Imagem Corporativa.
26-04-2016 |

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados Utilità, Mantido por RT Soluções.
Pular para a barra de ferramentas