Vou viajar. O que fazer com meu peludo?

0
luciana-interna cópia

Procure por uma hospedagem especializada para cães e gatos para que seu amigo peludo também tenha diversão garantida | Foto: MorgueFile

Janeiro e fevereiro estão aí e com eles as férias das famílias. Todo mundo animado, preparando as malas: início de ano, Carnaval… Opa, espera aí. E o meu AmiCão e meu AmiCat? Meu filhão peludo? Quando fiz a reserva naquele hotel, esqueci de perguntar se podia levar cães e/ou gatos. Ih, não pode, e agora?

Seu descanso e sua diversão não podem ser abalados por causa disso. Mas seu animalzinho de estimação também merece atenção. A solução é procurar hospedagem especializada para cães e gatos para que seu amigo peludo também tenha diversão garantida!

As dicas para que ele tenha uma boa estadia são:

•    Pesquisar com antecedência as opções disponíveis na sua cidade, pedindo orientações aos amigos que tenham animais como o seu ou orientações ao seu veterinário;
•    Visitar pessoalmente o local antes de se decidir sobre a hospedagem, para ver se há espaço suficiente para seu cão brincar, fazer as necessidades básicas e se o espaço para dormir é eficiente para tal, ou seja, não tão pequeno.
•    Saber se os funcionários do local são atenciosos e carinhosos com os peludos.

Hotéis idôneos sempre solicitam a carteira de vacinação do cão e se informam sobre o temperamento do mesmo, antes que ele fique hospedado. Portanto, antes de pensar na sua viagem, verifique se seu cão está com todas as vacinas em dia.

No dia de fazer o check-in de seu cão ou seu gato, certifique-se de estar levando tudo que o hotelzinho pediu: a comidinha, a caminha, a guia, toalhinha, potes de água e comida, etc. Respeite ainda os horários de check-in e check-out do hotel e informe sempre a hora que irá chegar com seu cão e a hora que irá buscá-lo, pois toda a logística é preparada para receber e entregar cada cão, para não haver ansiedades, para haver sociabilização, etc. Em hotéis idôneos, tudo é feito com muita cautela.

Na hora da despedida, controle ao máximo seus instintos de dono protetor e tente ser o mais calmo possível, garantindo, assim, que o animal não sofra com sua ausência.

22,166 total views, 1 views today

(Visitado169 vezes, 1 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
Luciana Estefanio

Luciana Estefanio

Luciana Estefanio é idealizadora do ParCão Recreio e sócia da creche para cães AmiCão do ParCão.
13-01-2016 |

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados Utilità, Mantido por RT Soluções.
Pular para a barra de ferramentas