A escrita em tempos digitais – 5 dicas para um texto mais claro

0
5668893519_274b434391_b

Foto: Flickr

 

Não são raras as vezes em que, na vida, somos obrigados a escrever algum texto um pouco mais formal – seja em nossa vida profissional ou pessoal. É nessas horas que, mesmo fazendo um grande esforço para lembrar das antigas aulas de Língua Portuguesa, percebemos que – de tão habituados ao mundo das redes sociais (com suas abreviações e digitação rápida) –não conseguimos mais redigir com facilidade um texto que obedeça à norma padrão e seja de fácil compreensão para o leitor.

Entre os erros mais comuns, muitos são causados, na verdade, pela falta de atenção na hora de reler o que foi escrito, deixando passar certas falhas que poderiam ser facilmente corrigidas. E foi pensando nelas que as dicas a seguir foram formuladas! Confira:

1)      Cuidado com as abreviações.

Quando estamos em uma conversa informal no Facebook, é natural usar palavras abreviadas, até mesmo para poupar tempo. É preciso cuidado, no entanto, para que o hábito não nos faça utilizar tais abreviações em contextos nos quais elas não são adequadas. Além de prejudicar a compreensão, ainda pode passar a impressão de que você escreveu o texto com pressa, sem muito cuidado.

2)      Atenção para o uso das maiúsculas.

As maiúsculas não só dão início às novas frases, mas também são usadas para nomes próprios, nomes de instituições, títulos de obras (livros, revistas, etc.), nomes que designam altos cargos, épocas ou datas históricas e vias públicas, entre outros casos. Na dúvida, procure se informar a respeito do termo que você está utilizando. Se ele se encaixar em uma dessas categorias, o uso das maiúsculas é necessário. Também vale lembrar que palavras escritas inteiramente em caixa alta devem ser evitadas.

3)      Um acento pode mudar tudo.

No momento em que estamos concentrados na escrita, muitas vezes deixamos passar os acentos. A acentuação, no entanto, é um ponto crucial para o entendimento de um texto. Entre “sábia” e “sabia”, existe um mundo de diferença – e o leitor não tem como adivinhar em qual das duas palavras você estava pensando quando escreveu. Por isso, muita atenção.

4)      A importância da pontuação.

Assim como um acento pode mudar uma palavra, também a pontuação transforma inteiramente a frase. É preciso ter cuidado para não redigir um texto sem vírgulas e pontos, que deixaria o leitor sem fôlego ao tentar ler, mas também é bom lembrar que o excesso de exclamações e interrogações não deve ser utilizado. Por mais que se queira dar ênfase a algum trecho, existem outras formas para isso, sem que seja necessário triplicar as exclamações.

5)      Organize suas ideias.

Nossa mente está constantemente lotada por uma infinidade de pensamentos, e, quando começamos a escrever um texto, se não estivermos atentos, ele pode tomar rumos bem diferentes do que estávamos planejando. Para evitar que o seu texto fique uma mistura confusa, indo e voltando de diferentes pontos, sem uma direção clara, adote o hábito de organizar as ideias antes de começar a escrever. Tendo em mente como o texto vai começar, os argumentos que vai defender e a qual conclusão vai chegar, fica mais fácil dar início à escrita sem o risco de se perder.

Em tempos de corretores automáticos, a habilidade de redigir um texto claro é frequentemente subestimada. Mas é bom lembrar que essa continua sendo, ainda hoje, uma das qualidades essenciais na hora de pleitear um bom emprego. E – mesmo que a sua área em nada tenha a ver com a escrita – é, muitas vezes, a habilidade de expressar o seu conhecimento de maneira compreensível que vai dar aos outros a chance de perceber as suas competências. Portanto, não se esqueça: quando surgir a próxima oportunidade de redigir um texto, vale a pena gastar mais alguns minutos dando atenção a ele e garantindo que o leitor, ao ler, vai de fato compreender o que você estava dizendo.

1,239 total views, 1 views today

(Visitado238 vezes, 1 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
Maíra Ferreira

Maíra Ferreira

Maíra Ferreira é formada em Letras pela UFRJ, mestranda em Teoria Literária pela mesma instituição e atua como revisora e editora da Utilità. Publicou seu primeiro livro de poemas – denominado A primeira morte – pela Oficina Raquel e edita a revista digital Oceânica, focada na publicação da poesia produzida por mulheres. Posta looks plus size no Instagram (@mairacomacento) e também escreve sobre relacionamentos, feminismo e vida em seu blog: http://mairacomacento.com.br

 
12-10-2015 |

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados Utilità, Mantido por RT Soluções.
Pular para a barra de ferramentas