Liderança: como fazer mais com menos?

1

liderança como fazer mais com menosA competitividade dos mercados e a própria globalização exigem cada vez mais inovação e diferenciação das empresas e, consequentemente, dos profissionais, principalmente das lideranças. Tanto que as pesquisas mostram que o nível de insatisfação das equipes com seus líderes vem aumentando. Mas será que isso vem do próprio líder? De alguma forma sim, mas tem como resolver. Um dos maiores motivos é que os líderes não têm tempo mais para capacitar e desenvolver pessoas. Sendo que um dos pilares de sustentação de uma liderança de sucesso são as pessoas.

E a fórmula para resolver isso é a gestão do tempo para que se possa ser mais produtivo. Gerenciar o tempo vai trazer mais qualidade ao trabalho, maior motivação, disponibilidade para fazer o que é importante e, principalmente, o tempo para potencializar sua equipe.

Conforme um grande especialista, o autor do livro a Tríade do Tempo, Christian Barbosa, o tempo é dividido em:

Circunstancial

Urgente

Importante

O excesso de informações, demandas e a pressão por fazer mais e mais, estão deixando os líderes mais focados no circunstancial. E o que é circunstancial? É viver sobre as circunstâncias, que são as reuniões longas, excesso de e-mails e telefonemas longos. Grande parte destes itens não tem relação com o propósito do negócio, da área, da estratégia. E o líder tem a impressão que trabalha muito, fica exausto, mas produz muito pouco.

A outra parte que a maioria dos líderes vivem mergulhados são nas tarefas urgentes. Tudo hoje em dia é urgente. Porém, o urgente é o importante que não foi feito. E quem quer ser produtivo, precisa reduzir ao máximo o urgente, cuidando do que é importante.

E, por fim, o que realmente vale a pena para um líder altamente produtivo é o importante. Isso tem relação direta com a consciência do líder quanto ao propósito da sua função e papel dentro do negócio e/ou organização. Pois assim, ele vai começar a priorizar o que faz sentido, conquistando melhores resultados, dentre eles, uma equipe de alta performance.

O caminho da alta produtividade que leva um líder fazer cada vez mais com menos é possível, só depende de algumas mudanças comportamentais e novas atitudes como:

Conhecer suas forças, onde e o que faz melhor e mais rápido. E o que precisa de apoio. Ninguém é bom em tudo.

Buscar ter na equipe pessoas complementares, com forças que possam completar a que falta nele.

Definir claramente o propósito da sua empresa, negócio e/ou área. E passar isso para a equipe. Quanto mais claro, mais as pessoas e o líder vão saber o que é importante.

Buscar parcerias e associações com pares, outros líderes e com a própria equipe. Quem sabe ajudar e receber ajuda, chega mais rápido e melhor.

Organizar a “casa”, a desorganização afasta a mente do que é importante. Tire um tempo para colocar tudo no lugar.

Ter métodos de trabalho, isso facilita a vida da equipe e do líder.

Planejar a semana. Comece com o que é importante e depois urgente.

Separar um tempo definido para executar o circunstancial: e-mails e reuniões. As pessoas vão acostumar e vai ser bom para todos.

Resolver todas as pendências que tem acumulado nos últimos tempos. Transforme o que pode ser modificado e elimine o que não funciona mais.

Criar uma forma de gerenciar seu tempo. Defina as atividades da semana que são importantes e faça elas primeiro.

Colocar diariamente pelo menos uma atividade que seja para capacitar pessoas, autodesenvolvimento, agir estrategicamente e relacionar com alguém.

Fazer gestão diária ou no máximo semanal do que planejou e o que ficou por fazer. Entendendo o porquê e o que precisa ser modificado.

E por fim, acreditar que a alta produtividade não vem apenas de técnicas, ela parte de comportamento. E um deles é perceber que não se chega a lugar algum sozinho, portanto, aprenda a delegar com responsabilidade. Faça do importante um caminho, do urgente um momento para resolver e não voltar mais e do circunstancial uma passagem rápida. Com certeza o líder vai fazer mais, com menos e principalmente melhor. O ganho será um líder de alta performance.

1,165 total views, 1 views today

(Visitado144 vezes, 1 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
Dirlene Costa

Dirlene Costa

Coach de Negócios e Carreira da High Performance, Consultora e Palestrante, atuou durante 18 anos como executiva em empresas nacionais, formada em Administração pela PUC/MG, pós-graduada em Administração FInanceira pela UNA-MG, Professional & Life Coach pelo IBC e European Coaching Association, Leader Coach pelo IBC e Behavorial Coaching Institute e Master Coach em Finanças pelo ICF.
Dirlene Costa

Latest posts by Dirlene Costa (see all)

10-10-2014 |

Um comentário em “Liderança: como fazer mais com menos?

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados Utilità, Mantido por RT Soluções.
Pular para a barra de ferramentas