Segurança no Recreio

0
Segurança no Recreio

Projeto de instalação de câmeras no Recreio ainda tramita no Ministério da Justiça

Os moradores do Recreio dos Bandeirantes, Vargens e adjacências já são conhecedores dos problemas de segurança que estamos enfrentando em nossos bairros. Com a política de pacificação das comunidades que antes eram dominadas pelo tráfico, o efetivo da Polícia Militar teve que se dividir e ocupar áreas que antes o poder público não chegava. Muitos criticam essa política mas a paz deve chegar para todos, não importando sua situação financeira ou social.

Muitas famílias foram libertadas da opressão que o tráfico e as milícias trazem e certamente todo esse passivo foi deixado por políticos e administradores públicos que viraram o rosto em seus governos para esse grande e grave problema social. Deixaram as favelas crescerem de forma desproporcional, permitiram o avanço das ocupações irregulares e hoje, quem paga o preço é a população.

Com a ocupação pelas UPPs, os criminosos foram obrigados a mudar o tipo de crime praticados, infelizmente, a simples ocupação desses territórios não muda a vida das pessoas. A mudança só vem acompanhada de infraestrutura, de projetos de educação, serviços públicos e de oportunidades.

Esses criminosos passaram a atuar nas regiões que antes eram consideradas tranquilas e calmas, como o Recreio dos Bandeirantes e Vargens. Hoje, os assaltos cresceram, a saidinha de banco também, os sequestros relâmpagos, furto de veículos, entre outros.

O que está sendo feito, afinal, pelas autoridades competentes para diminuição desses problemas? Em primeiro lugar, o esforço notório do Comandante do 31º Batalhão, que é o Batalhão responsável por toda essa área, em estar presente nos pontos mais críticos dos bairros da Barra, do Recreio, das Vargens e de Guaratiba.

A polícia tem procurado circular mais, se fazendo mais presente e tentando de certa forma multiplicar seus homens para dar conta do recado. O Batalhão foi inaugurado com o efetivo de 800 homens, mas até bem pouco tempo, chegou a ter algo em torno de 236 homens, número insuficiente para atender a população e áreas tão extensas.

Em junho deste ano, o Batalhão recebeu mais 120 homens totalizando um efetivo atual de 483 policiais. Ainda não é a quantidade necessária, mas há uma promessa do Governo do Estado em resolver esse problema a partir da nomeação de novos soldados para o próximo ano.

A Câmara Comunitária do Recreio e Vargens vem acompanhando também a implementação de um importante projeto de monitoramento através de câmeras que serão instaladas no Recreio dos Bandeirantes. Esse projeto será viabilizado por uma emenda parlamentar do Deputado Otávio Leite, de R$ 300 mil. O valor, segundo o projeto elaborado pela secretaria de Estado de Segurança, contempla apenas 10 câmeras, o que não é o suficiente, mas já é alguma coisa.
Esse processo encontra-se no departamento do Ministério da Justiça em Brasília com o parecer favorável. O próximo passo é retornar para o departamento técnico do Ministério da Justiça para a preparação do termo de convênio que deverá ser assinado entre as partes envolvidas (Ministério da Justiça e Secretaria de Estado de Segurança do Rio de Janeiro). Depois de assinado o convênio será publicado no Diário Oficial da União para que os recursos sejam liberados. Daí, vem uma segunda fase, que é a implementação do projeto que será acompanhado pela Câmara Comunitária do Recreio até sua conclusão.

 857 total views,  1 views today

(Visitado67 vezes, 1 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
William Nogueira

William Nogueira

Administrador, presidente da Associação de Moradores Nova Barra Bonita e da Câmara Comunitária do Recreio, Vargens e Adjacências.
William Nogueira

Latest posts by William Nogueira (see all)

28-09-2014 |

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados Utilità, Mantido por RT Soluções.
Pular para a barra de ferramentas