O desafio da escolha profissional

0

martine - interno

Vemos a crescente cobrança com os jovens diante deste tema, sobre qual curso irão cursar, se irão para uma boa faculdade, se irão seguir a profissão dos pais, dar continuidade aos negócios da família, se irão para a faculdade assim que terminarem o ensino médio, se vão trabalhar ou fazer um intercâmbio. A sociedade cria esta cobrança, a família e o próprio adolescente que se vê frente a essa situação de escolhas, que se espera que seja para o resto de sua vida.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, os adolescentes se cobram, sim! Eles também buscam respostas para todas essas perguntas, afinal, é sua vida que irá mudar, ele precisa atender muitas vezes, além de suas próprias expectativas, às expectativas que a família tem sobre eles, e talvez em outro momento lidar com comparações entre os irmãos, primos ou até mesmo com as escolhas que seus pais fizeram.

Pode parecer uma tarefa trivial, mas em um momento em que o adolescente está se descobrindo com tantas transformações na sua vida, em sua mente e em seu próprio corpo, essa tarefa não é a mais fácil; uma vez que essa escolha não é totalmente racional, ela envolve também os sentimentos e emoções.

Atualmente, fala-se muito na era da robótica, da automação, profissões em extinção, inteligência artificial e até do possível fim do diploma. Diante desses temas torna-se ainda mais difícil e confusa a escolha de uma profissão, hoje quem pode ser muito bem sucedido na sua escolha profissional, amanhã poderá não ser, o que traz mais incerteza aos adolescentes.

Pensar no futuro, tendo que tomar suas próprias decisões, pode gerar nos adolescentes conflitos internos, existenciais, crises de ansiedade, sendo acometidos de grande medo e insegurança. Eles ainda não estão totalmente preparados para lidar com tantas pressões, cobranças, responsabilidades e emoções, por isso é preciso possibilitar ao adolescente a reflexão sobre suas escolhas.

O psicólogo em orientação profissional irá propiciar essa reflexão, através do processo de autoconhecimento, avaliando o perfil comportamental e associando à carreira mais adequada a este perfil, conhecendo também seus talentos e habilidades; através de aplicação de testes psicológicos; informações sobre as profissões no contexto sócio-econômico-político brasileiro e mundial; estudo acerca do mercado de trabalho, incluindo as chamadas profissões do futuro e as expectativas que se têm sobre a carreira escolhida.

Lembrando que o psicólogo atua como um facilitador para que esta escolha seja feita de forma assertiva por seu orientando.

 

 

28,502 total de visitas, 8,451 visitas hoje

(Visitado24 vezes, 5 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
Martine de Andrade

Martine de Andrade

Psicóloga Martine de Andrade - CRP 05/44434
Especialista em Terapia Cognitivo Comportamental, atua na área clínica com Psicoterapia Individual (adulto), Orientação Profissional e Avaliação e laudo  para cirurgia bariátrica.
Martine de Andrade

Últimos Posts (ver todos)

04/12/2017 |

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados Utilità, Desenvolvimento evo.ag.