O marketing 3.0 e o seu impacto nos pequenos negócios

Entenda a tendência de consumo e por que um pequeno negócio precisa se desdobrar para atender ao conceito

0

marketing renan - interno

O mundo se apresenta em transformação. E o mercado, consumidores, métodos e alternativas para as empresas também. Quando falamos de marketing e a sua função na prática, essa premissa anteriormente citada precisa ser levada em consideração. Ou seja, transferindo para um pequeno negócio, precisamos ter em mente que nenhuma de nossas estratégias é imutável ou insubstituível. Procurar alternativas para aumentar o interesse do nosso público-alvo e, por consequência, as vendas, é algo fundamental.

Ao falarmos de marketing 3.0, primeiro precisamos fazer uma rápida análise dos dois conceitos anteriores a esse. E, em uma breve passagem pelos mesmos, vamos lá:

Marketing 1.0 – É o foco no produto. As estratégias são voltadas para enaltecer aquilo que está sendo vendido e como evidenciar características positivas e que tornem esse produto/serviço indispensável e precioso.

Marketing 2.0 – O indivíduo é a bola da vez. Não desmerecendo a importância de exaltar as qualidades daquele produto/serviço, o marketing foca no consumidor. Aquilo que se vende não é a única coisa a se preocupar, mas agora também naquele que compra. Assumir a pluralidade dentro da sociedade e ser capaz de oferecer a personalização e individualização na maior escala possível. Colocar o indivíduo como o mais importante nas estratégias de marketing.

Esses dois conceitos são extremamente importantes ainda, obviamente. Mas, agora, há algo além para se preocupar: a benfeitoria social. O que a empresa está fazendo para tornar o mundo um lugar melhor? Essa é a pergunta que o consumidor está fazendo cada dia mais. Por que comprar nesse negócio? Ele torna a nossa sociedade um lugar mais feliz, com menos fome ou mais agradável de viver? E é através do marketing 3.0 que as empresas podem responder a esse questionamento do consumidor.

O marketing 3.0 entende a importância de ajudar a sociedade e o que esse gesto representa para os consumidores. Ser bom para o próximo e ajudar aqueles que precisam torna o negócio bem visto pelos indivíduos e pode, definitivamente, impactar em um significativo aumento de vendas. Segundo uma pesquisa feita pela Edelman, 85% dos consumidores prefere marcas socialmente responsáveis e 55% as recomendariam para seus amigos e familiares.

Essa benfeitoria pode vir com estratégias que não gerem muitos gastos, pois é sabido que pequenos negócios possuem um capital limitado para investimentos. Isso poderia significar recolher roupas de frio para doação, ação social em orfanatos ou instituições de caridade, mutirão para cuidar de plantas e animais de rua ou quaisquer outras ações que contribuam para fazer o local, bairro ou cidade um lugar melhor.

O importante desse conceito de marketing 3.0 é não ficar parado. Fazer o mundo melhor, independente da escala. É como um jogo onde há dois vencedores: a sociedade e a empresa (com o aumento nas vendas). Todo mundo sai ganhando. Vale a pena o investimento de tempo e dedicação, sobretudo porque exige pouco capital, o que torna o processo possível para a grande maioria dos negócios, não importando o tamanho.

5,129 total de visitas, 4 visitas hoje

(Visitado64 vezes, 1 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
Renan Bernardes

Renan Bernardes

Renan Bernardes é CEO da Bernardes Press Assessoria de Comunicação e responsável pelo marketing e comunicação da Djagora University, no Senegal. Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Estácio de Sá, pós-graduado em Marketing e Comunicação Empresarial pela UVA , cursando mestrado no ISMAI, em Portugal e professor na Djagora University. Também é autor do livro de filosofia/motivacional, O Reino.
17/07/2017 |

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados Utilità, Desenvolvimento evo.ag.