Design, Arte ou Artesanato?

0
artesanato interna

Foto: Flickr /rdenubila

É muito comum as pessoas confundirem essas três linhas de trabalho. Mas, apesar da linha tênue entre elas, percebemos a diferença quando analisamos o processo de construção dos objetos que podem ser industriais, manuais, conceituais, etc. O preço dos produtos também está muito relacionado com o seu processo de construção, e, quando você sabe a diferença entre Design, Arte e Artesanato, fica fácil assimilar os valores dos objetos.

Então, vamos por partes: o Design (que no Brasil é designado desenho Industrial) é uma atividade que define as características físicas e funcionais necessárias para que um produto possa ser fabricado industrialmente, com a máxima eficácia e qualidade. Por isso, é também chamado de projeto que cumpre uma função social, pois seu objetivo é melhorar a qualidade de vida das pessoas. Os profissionais do Design são os designers, com infinitas linhas de trabalho/segmentos – os mais populares são: o design de produto, design visual, design de moda/joias, design de interiores e de carnaval.

É comum as pessoas usarem a palavra Design para darem qualidade a um objeto ou algo que foi projetado, quando dizem que uma coisa específica tem “um bom design” e muitas vezes, nessas horas, elas veem apenas o desenho e não o design como um todo – e é aí onde encontramos a real diferença entre design, arte e artesanato, pois o design é uma atividade industrial que está ligada à produção, quantidade, usabilidade e funcionalidade (Ergonomia). A Arte, por sua vez, foge a todas essas especificações, tornando fundamental a ela apenas a beleza aos olhos de quem a contempla, visto que a arte não é absorvida ou compreendida por todos.

O artista, ao trabalhar as formas, linhas e cores, expressa sentimentos e metáforas, criando uma linguagem feita de códigos que rejeita os padrões do racionalismo e do funcionalismo, muitas vezes criando algo totalmente conceitual. Já o Artesanato, diferente do design, é um trabalho totalmente manual. É a produção de um artesão que possui uma oficina e algumas ferramentas e geralmente trabalha por conta própria em sua casa. O próprio artesão realiza todas as etapas de produção do objeto, desde o preparo da matéria-prima, até o acabamento final.

Bom, espero ter colaborado para que de agora em diante você possa olhar um objeto e saber identificar sua origem, se Design (Industrial/funcional/estético), Arte (Belo/conceitual/não-funcional/não-industrial) ou Artesanato (Manual/funcional/estético/não-industrial). Obrigada por sua atenção, um abraço e até a próxima!

649 total de visitas, 2 visitas hoje

(Visitado232 vezes, 2 visitas hoje)

The following two tabs change content below.
Diana Araújo

Diana Araújo

Designer de Interiores e PersonalOrganizer, formada pelo Senac em design de interiores em 2012 e pela universidade Veiga de Almeida em 2015, com extensãoem Workshop Interior Design Trends for LuxuryRetail na Itália/Milão em 2014 e organização de espaços pela Seja PersonalOrganizer em 2015, praticante e estudiosa da filosofia milenar chinesa o FengShui. Atualmente, cursando MBA em Gestão e Gerenciamento de projetos pela UFRJ.  Atuante no mercado de trabalho, sua missão é fazer com que o Design, a Organização e o FengShui entre na vida das pessoas de maneira prazerosa, duradoura e eficaz, transformando o estresse do dia a dia em saúde, qualidade de vida e bem-estar. Seu desejo é ser referência de excelência em tornar mais confortável, agradável, elegante e natural a vida das pessoas.Através do Trabalho,Atemporalidade, beleza, qualidade, originalidade, compromisso e perfeição. Para saber mais sobre seu trabalho acesse: http://www.designeorganizacao.com/
22/02/2016 |

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados Utilità, Desenvolvimento evo.ag.